Muitos usuários se “batem” com o Windows em busca de acesso mais rápido para seus programas, mas sem ocupar o famoso espaço de inicialização rápida na barra de tarefas. A maioria recorre a programas como o RocketDock para criar atalhos personalizados, mas acaba pagando o preço na forma de perda de desempenho na inicialização.

O que muitos não sabem é que — desprezando as características gráficas (as maquiagens oferecidas pelos programas específicos, tais como animações de transição e ícones maiores) — o próprio Windows já oferece tal possibilidade ao usuário, e muitas vezes com resultados bem atraentes!

Estamos falando da barra de atalhos, que pode ser criada em alguns instantes e posicionada em qualquer canto da tela, até mesmo no meio dela caso você queira. Confira um exemplo de demonstração do Windows Vista:

E aí, pronto para criar sua própria barra de atalhos?

A primeira etapa consiste em criar atalhos para os seus programas favoritos ou copiá-los de outros já existentes. Para criá-los, basta clicar com o botão direito do mouse sobre o executável do programa desejado e selecionar a opção “Criar atalho”. No exemplo abaixo fizemos isso com o programa PrtScr.

Depois de criar todos os seus atalhos, é hora de agrupá-los em alguma pasta. Selecione um lugar que não seja incômodo, que preferencialmente não seja o Desktop, mas que ainda assim seja de fácil acesso (uma boa dica é a pasta “Meus Documentos”) para alojar sua nova pasta. Neste exemplo, criamos uma chamada “Links” e movemos todos os atalhos criados anteriormente para ela.

Agora que já temos a base para os nossos atalhos, vamos criar a barra de acesso rápido.  Existem dois métodos, sendo um mais rápido e outro mais demorado, mas que permite que seus atalhos sejam anexados à barra de tarefas tradicional. Confira!

 

Método 1 – Rápido e simples

Para criar rapidamente uma barra de acesso aos atalhos, simplesmente selecione a pasta criada (Links), clique sobre ela com o botão esquerdo do mouse e, sem soltá-lo, arraste-a em direção a uma das bordas da tela (esquerda, direita ou superior), exatamente como mostrado no vídeo abaixo:

Ela ainda está um tanto feia não? Então clique com o botão direito nela novamente e desmarque as opções “Mostrar Texto” e “Mostrar Título”. Você pode inclusive redimensioná-la ou arrastá-la para o meio da área de trabalho. O resultado será similar a este:

Para deixar tudo ainda melhor e mais bonito, certifique-se de marcar as opções “Sempre visível” (para que as janelas não se sobreponham aos atalhos) e “Ocultar automaticamente”, que a “esconde” até que você passe o mouse sobre a região. Novamente, confira a demonstração de todo o processo em vídeo:

 

Método 2 – Na barra

O segundo método permite que você crie uma barra de atalhos bem semelhante à do método 1, mas fixada na própria barra de ferramentas (ao lado do menu iniciar). Para tal, clique com o botão direito sobre a barra de ferramentas (imagem abaixo) e selecione a opção Barra de Ferramentas > “Nova barra de ferramentas”.

Na nova janela que se abrirá, escolha a pasta que contém todos os nossos atalhos, no caso, a pasta “Links” e clique sobre “Selecionar Pasta”. O resultado será exatamente este mostrado abaixo:

Para poder editar o comprimento desta nova barra de atalhos, primeiro desbloqueie a barra de tarefas desmarcando a opção “Bloquear a barra de tarefas”. Ela pode ser vista com um clique do botão direito do mouse, exatamente como no primeiro passo do Método 2. Ao arrastar o limite para o lado, você verá que os atalhos ficarão muito espaçados:

Para solucionar este problema, clique novamente com o botão direito sobre a barra de atalhos recém criada e desmarque as mesmas opções já citadas para o método 1. Ao finalizar, sua barra de atalhos estará assim:

 

Lembre-se:

•    Enquanto você não bloquear novamente a barra, é possível arrastar os atalhos para qualquer lado, até mesmo para perto do Menu Iniciar.

•    Qualquer alteração feita na pasta original (no nosso caso Links) será refletida imediatamente, isto é, ícones serão apagados, inseridos ou modificados simultaneamente na barra e na pasta, o que torna o processo de organização bem simples. Quer remover um ícone? Então simplesmente apague-o da pasta!

Esperamos que vocês tenham curtido a dica, pois ela tornará o acesso aos programas muito mais prático! Até a próxima!