Jogos do Vita já estão na PSN brasileira - e pelo dobro do preço americano

Mesmo sem os custos de produção das mídias físicas, empresa mantém os preços elevados.
  • Visualizações8.973 visualizações
Por Alexandre Campos em 9 de Fevereiro de 2012

Jogos do Vita já estão na PSN brasileira - e pelo dobro do preço americano

Quem acessou a PlayStation Network brasileira para procurar os primeiros sinais da chegada do PS Vita ao país se deparou com uma triste surpresa. Apesar de os primeiros games realmente já estarem disponíveis para compra, o preço não é nada convidativo.

Assim como o console, os títulos para o novo portátil da Sony estão sendo vendidos por praticamente o dobro de seu valor real. No caso de Uncharted: Golden Abyss, que custa US$ 44,99 lá fora — pouco mais de R$ 77 na cotação atual — e está disponível na PSN por R$ 169,99. Isso que estamos falando de sua versão digital, a qual deveria ser mais barata por não possuir gastos com logística e ser isenta de alguns impostos que caem quando o jogo é prensado.

Até o momento, os jogos disponíveis na PSN nacional são:

Contudo, os títulos listados acima não estão disponíveis na visualização tradicional da PSN. Para localizá-los, você deve pesquisar pelo nome para que eles sejam exibidos.

Jogos do Vita já estão na PSN brasileira - e pelo dobro do preço americano

Olhando essa lista, podemos perceber que a Sony manteve a mesma estratégia adotada até agora: os games exclusivamente digitais serão vendidos por preços equivalentes — como no caso de Super Stardust Delta —, enquanto os demais terão o mesmo valor de suas versões físicas.

Embora isso pareça ser uma tentativa de proteger os lojistas, não é isso que importa ao consumidor final. Trazer o Vita para o Brasil por R$ 1.600 e vender a versão digital de seus jogos pelo dobro do que está sendo cobrando em outros países é praticamente pedir para que o produto não emplaque por aqui.

Enquanto isso, permanecemos comprando na PSN norte-americana.

Via BJ



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!