Gabe Newell confirma que a Valve deve lançar um PC próprio para a sala de estar

PC deve ter como objetivo agradar a todos os consumidores e, possivelmente, competir com Sony e Microsoft.
  • Visualizações9.541 visualizações
Por Hiniro No em 10 de Dezembro de 2012

Gabe Newell confirma que a Valve deve lançar um PC próprio para a sala de estar (Fonte da imagem: Kotaku)

É inegável o poder que a Valve tem no mundo dos games. Se seus jogos, sempre bem vistos pela crítica e público, não fossem suficientes, ela tem o Steam, plataforma mais usada para vendas digitais de jogos eletrônicos. Há algum tempo, rumores sobre um possível console com Steam vêm rodando a internet, sempre sendo deixados de lado pela empresa. Agora, as coisas começaram a tomar forma.

Durante o Video Game Awards 2012, em que Half-Life 2 recebeu o prêmio de Jogo da Década (e uma oportunidade de ouro de anunciar Half-Life 3 foi para o buraco), Gabe Newell, chefão da Valve conversou com o Kotaku e revelou que a empresa pretende lançar uma máquina fechada, própria para o uso do Steam em salas de estar, graças à função Big Picture.

Segundo Gabe, a máquina seria uma solução em um ambiente bem controlado. Conecte essa informação com o fato da Valve estar preparando uma versão do Steam para Linux, levando também a função Big Picture para essa plataforma, e as coisas ficam ainda mais interessantes.

Uma nova opção em um mundo de consoles?

Essa não é a confirmação oficial do "Steam Box", mas não deixa de ser interessante pensar no significado das palavras de Gabe Newell. Recentemente, o chefe da Valve comentou sobre a sua desconfiança para com o Windows 8, apostando em uma plataforma livre.

Isso não quer dizer que a Valve está preparando uma versão de sistema operacional próprio, baseado no Linux, mas sim montando um computador em que o Steam rode otimizado para qualquer tipo de consumidor. Ter um sistema livre apenas ajudaria nessa tarefa.

Se você pensar na biblioteca disponível no Steam, esse hardware para salas de estar, local geralmente povoado apenas por consoles da Microsoft, Nintendo e Sony, pode se tornar uma bela alternativa para o consumidor comum, competindo com a nova geração de video games em pé de igualdade.

Via BJ

Fonte: Kotaku



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!