O que difere o AMD Sempron do AMD Athlon?

Conheça os detalhes internos do Athlon X2 e do Sempron e porque um apresenta desempenho tão superior.
  • Visualizações37.210 visualizações
Por Fabio Jordão em 13 de Março de 2009

O Baixaki já publicou previamente um artigo sobre processadores AMD, mas não havia comparado diretamente os dois principais processadores da empresa voltados ao mercado doméstico. Por isso, optamos por mostrar como se deu a história de ambos, as diferenças internas e também algumas comparações gerais de desempenho.

Um pouco de história

A história da AMD não é nem um pouco curta e o principal motivo da empresa fazer vários tipos de processadores é porque ela tem de atender a todos os tipos de consumidores. Antigamente havia apenas o Athlon e o Duron disponível para o usuário doméstico, entretanto, com o passar do tempo a empresa se obrigou a cancelar a linha de processadores Duron, porque simplesmente a arquitetura (entenda como a construção interna) deles já não iria comportar mais avanços tecnológicos.

Logo do antigo AMD DuronFoi com o cancelamento do Duron que surgiu o Sempron, pois eles seriam a nova linha de processadores para usuários menos exigentes. O Sempron viria para ser um modelo de processador barato e que oferecesse bom desempenho para atividades mais simples. Obviamente, a fabricante AMD sempre competiu com a Intel e grande parte de suas decisões é baseada na competição com a rival, sendo assim, de certo modo a empresa lançou o Sempron porque não haveria um processador para competir com o Celeron.

Ao mesmo tempo em que o Duron estava se aposentando, o Athlon estava sendo promovido. Isso porque a AMD foi a primeira empresa a criar um processador de 64 bits totalmente compatível com o Windows e que ainda tinha um excelente preço. Os Athlons que antigamente eram chamados de Athlon XP, agora estavam sendo nomeados como Athlon 64, pois traziam suporte a nova tecnologia de 64 bits.

Antigo Athlon, também conhecido como Athlon XP

Não demorou muito para que as fabricantes de processadores chegassem muito próximas do limite dos processadores de um núcleo (também conhecidos como Single Cores). Sendo assim, a AMD logo lançou o seu Athon de dois núcleos, o qual foi chamado de Athlon 64 X2. Evidentemente, esse nome ficou meio redundante com o tempo, porque é evidente que um processador que tenha dois núcleos possua suporte a tecnologia de 64 bits, por isso o nome foi mudado para Athlon X2 — que por sinal é o nome utilizado até hoje.

A AMD sempre manteve os Athlons numa mesma linha de desempenho dos processadores de alto desempenho da Intel. Antigamente o Athlon XP concorria diretamente com o Pentium 4 e atualmente os Athlon X2 brigam com os Core2Duo. Agora que você já leu um pouco sobre a história desses processadores, vamos mostrar como esses processadores são internamente.

Athlon X2 Vs Sempron

Essa seria uma briga totalmente injusta, porque os Athlons X2 ganham facilmente dos Semprons. O Sempron sempre foi voltado a atividades de baixo desempenho, como a navegação na internet, execução de vídeos de baixa resolução e atividades de escritório. Já os Athlons são processadores muito fortes, os quais sempre foram criados para rodar jogos de última geração, reprodução de vídeos em alta definição e tarefas mais pesadas, como a edição de vídeos.

Uma visão externa do Athlon X2

Mesmo que se comparado ao Athlon XP, o Sempron não teria como competir, pois ele sempre teve recursos reduzidos. Em diversos testes está claramente comprovado que os Athlons superam o Semprons em quaisquer atividades, mas qual o segredo interno para tudo isso? Resolvemos mostrar um pouco de como funciona internamente cada um deles, porém fique tranquilo, vamos explicar tudo nos mínimos detalhes.

Arquitetura dos processadores

Legenda: A imagem acima é de propriedade da AMD e foi obtida no site oficial da empresa. O Infográfico acima faz referência ao Athlon X2 e especificamente ao Sempron antigo (o qual utiliza o soquete 754).

Núcleo de Tecnologia AMD64: Evidentemente o núcleo é o local onde tudo é processado. Não importando qual tarefa você ordene ao computador executar, quem realizará todo o trabalho “pesado” será o processador, o qual efetuará milhares de cálculos em segundos e retornará em pouquíssimo tempo o seu pedido. O núcleo de Tecnologia AMD64 é responsável por realizar tarefas de 32bits e 64bits. Evidentemente, para tarefas de 64bits um sistema compatível é exigido.

Cache L1: Antes de falar como cada processador trabalha com o Cache L1, talvez seja interessante retratar o que exatamente é o cache. O cache é uma memória de pequeno tamanho e alta velocidade que é utilizada para armazenar as informações mais importantes e necessárias de determinado processo. Esta memória foi criada para que o processador não tenha de buscar dados na memória RAM a todo instante, visto que a RAM é muito mais lenta em todos os sentidos.

Repare que em ambos os processadores, o Cache L1 está dividido em duas partes. Isso é necessário porque os processadores da AMD organizam Dados e Instruções separadamente. A divisão é exatamente igual nos dois processadores, sendo 64KB dedicados aos dados e 64KB às instruções. A grande diferença está presente apenas no Athlon X2, que possui um Cache L1 para cada núcleo, fator que faz o processador ser quase duas vezes mais rápido.

Cache L2: A memória Cache L2 também é muito importante e armazena dados utilizados com frequência, entretanto a diferença principal entre ela e o Cache L1 é basicamente o tamanho, muito superior. A velocidade da memória Cache L2 é exatamente a mesma da L1, no entanto ela demora um pouco mais para ser acessada, pois fica mais distante do núcleo.

No infográfico é perfeitamente notável porque o Athlon X2 supera tanto o Sempron. Não bastando o fato de ter um Cache L2 para cada núcleo, o Athlon X2 ainda tem maior quantidade de memória.

Controlador de Memória DDR e DDR2: O Controlador de Memória DDR (e DDR2) é um componente interno do processador que tem como função principal reduzir o tempo de acesso a memória RAM. O Controlador de Memória DDR aumenta o desempenho principalmente em aplicativos que utilizem intensivamente a memória.

Dentre os modelos comparados, nota-se que os Semprons de Soquete 754 não tinham suporte ao padrão DDR2 de memória, o que reduzia seu desempenho pela metade. Já o Athlon X2 sempre teve esta vantagem, que aumenta substancialmente o desempenho geral do sistema. Os novos Semprons que utilizam o Soquete AM2 já trazem suporte a memórias DDR2, porém não conseguem trabalhar com memórias de 800MHz.

HyperTransport: Este é um termo muito complexo de se explicar, mas para que você tenha apenas uma noção, o HyperTransport é uma tecnologia interna dos processadores da AMD que aumenta de sobremaneira a velocidade na comunicação com placas PCI e com o Chipset.

Ambos os processadores possuem este recurso, porém nos Athlon X2, a velocidade do HyperTransport é 25% mais rápida. Pode não parecer muito, mas para jogos e aplicativos mais pesados, isto faz toda diferença.

Detalhes em números

Para finalizar este artigo comparativo, colocamos abaixo uma tabela comparativa entre os dois processadores, mostrando em números as principais diferenças entre eles.

Tabela comparativa
* Referente ao processador AMD Athlon X2 6400+.
** Dado coletado com base no processador AMD Sempron LE-1300.
*** AMD Live! depende de outros itens de hardware, mas tem como requisito mínimo de processador o Athlon X2 ou o Athlon FX.

Nota-se claramente que devido aos dois núcleos, o Athlon X2 acaba ganhando dupla quantidade de memória Cache — tanto L1 quanto L2 —, todavia, não é só isso que faz ele ser mais rápido, pois a memória Cache L2 dos Athlon X2 já vem por padrão com o dobro (ou até o quádruplo) de tamanho.

A frequência também é um fator determinante que faz toda a diferença em aplicativos mais pesados. O Athlon X2 utiliza uma frequência única, sobre a qual ambos os núcleos irão trabalhar, de modo que, em teoria o processador pode alcançar até duas vezes a velocidade mostrada na tabela. Já o Sempron tem uma frequência única, visto que é um processador de núcleo simples (Single Core).

Aparência do Sempron

O tipo de soquete não é um fator que realmente faça diferença no desempenho, mas é um detalhe crucial a ser observado antes da compra de uma placa-mãe, pois cada uma aceita tipos específicos de processadores.

AMD Live! - Somente o Athlon X2 e o FX são compatíveisAs tecnologias de ambos são quase que iguais, exceto porque o Athlon X2 possui duas tecnologias a mais: a Cool’n’Quiet, a qual é responsável por trabalhar em modo econômico, poupando energia e o meio ambiente, e ele também é um processador compatível com AMD Live!, uma tecnologia que na verdade faz referência ao conceito de um computador pronto para atividades multimídia mais pesadas — como a reprodução de vídeos em Blu-Ray.

Preços e detalhes

Agora você já conhece a maior parte dos detalhes que separa (e diferencia) o Sempron do Athlon. Vale frisar que tudo que foi citado acima, teve base em informações oficial no site da AMD, sendo que nenhum dado foi distorcido. Outro detalhe a ser lembrado referente à série Athlon, é a vasta quantidade de modelos presentes no mercado — como o Athlon FX.

Sabemos bem que um teste de desempenho talvez ajudaria a interpretar melhor a diferença em desempenho, entretanto optamos por não fazer um teste desse tipo, porque já há diversos sites especializados na internet que já declaram claramente a força inigualável do Athlon X2. Outro detalhe que vale lembrar é que a própria AMD declara que estes processadores são voltados para tarefas diferentes, e, portanto não haveria lógica em compará-los.

Vale salientar que apesar de o Sempron não ser tão eficiente para algumas tarefas, ele até é capaz de executar tarefas pesadas, contudo ele irá demorar bem mais para apresentar resultados. Já o Athlon X2 é capacitado para rodar até mesmo jogos pesados (como Far Cry 2 e Crysis) e efetuar tarefas de alto desempenho em pouquíssimo tempo.

Crysis - Um jogo de última geração que o Athlon X2 encara de frente!

Preços? Assim como há uma boa diferença em desempenho, há também uma boa quantia em reais que separa o Sempron do Athlon X2. Claro que, tudo varia de acordo com a loja onde você vai comprar seu processador, mas só para você ter ideia, o Sempron tem seu preço girando em torno de R$150 reais e o Athlon próximo aos R$400.

Se você também é um feliz proprietário de um AMD Sempron ou de um AMD Athlon X2, compartilhe com os demais usuários as suas experiências com seu processador e o nível de satisfação que ele lhe proporciona. Aguarde por mais, o Baixaki está criando novas matérias voltadas a assuntos de Hardware.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!