O que é PCI-Express?

Saiba mais sobre o tipo de conexão usada por peças do seu computador.
  • Visualizações91.601 visualizações
Por André Luiz Pereira em 4 de Julho de 2012

Talvez uma das dúvidas de pessoas que não dominam o linguajar dos computadores é saber exatamente o que é PCI-Express. Geralmente ligado a placas de vídeo, o nome aparece quando se vai comprar uma dessas peças e é informado que a conexão utilizada é a tal PCI-Express.

O que é PCI-Express? (Fonte da imagem: Divulgação / PCI-SIG)

PCI-Express (ou PCIe) é o nome dado ao barramento encontrado em placas-mãe, usado como entrada para placas de expansão gráfica, de som e rede. Agora, contaremos um pouco sobre como surgiu o PCI-Express e seus diferentes modelos.

A origem

Se você já parou para ver uma placa-mãe, notou que ela tem várias linhas que percorrem toda a sua superfície. Essas linhas são chamadas de trilhas e são através delas que os dados percorrem a placa-mãe e chegam às diferentes peças instaladas. Essas trilhas passam dos conectores de placas e outros componentes, levando os dados coletados ali para outros setores do sistema.

Barramentos PCI e AGP ficavam responsáveis por serem as portas para placas de vídeo, som e rede serem instaladas no PC. Com o aumento do tráfego de dados, ambas as conexões começaram a ser insuficientes para um funcionamento veloz e dentro do potencial que poderia alcançar.

O que é PCI-Express? (Fonte da imagem: Divulgação / ASUS)

Pensando nisso, a Intel criou o PCI-Express, que, além de ser mais rápido que barramentos PCI e AGP, padronizou o tipo de conectores de placa de vídeo, som e rede.

Os diferentes tipos de PCI-Express

Desde sua primeira implementação em uma placa-mãe, os barramentos PCI-Express evoluíram conforme novas placas de expansão foram lançadas. Atualmente, o PCI-Express está disponível em segmentos de 1x a 32x, sendo mais comum encontrar até 16x. Esses números têm a ver com o número de “caminhos” utilizados para a transmissão dos dados.

O que é PCI-Express?Diferentes modelos de slots PCI-Express e um slot PCI normal (Fonte da imagem: Reprodução / Wikimedia)

Existem três tipos de barramentos PCI-Express disponíveis, sendo que a única diferença entre eles é a velocidade da transmissão de dados entre placa de expansão e computador. Isso significa que uma placa de vídeo que é conectada a um conector PCIe 3.0 pode funcionar também em um do tipo 1.0. O que muda é a quantidade e velocidade de dados que serão enviados.

  • PCI-Express 1.0

Primeiro modelo, lançado em 2004. Contando com 16 caminhos de transmissão de dados (16x), um slot PCI-Express pode realizar o tráfego de até 4 GB/s.

  • PCI-Express 2.0

Lançado em 2007, o tipo de barramento mostrou um aumento de desempenho e envio de dados, o que para placas gráficas, por exemplo, é muito importante. Com 16x, slots PCI-Express 2.0 alcançam até 8 GB/s, podendo chegar até 16 GB/s caso seja um conector 32x.

  • PCI-Express 3.0

PCI-Express 3.0 é o modelo mais recente e apresenta a maior velocidade alcançada por faixa de dados até o momento (1 GB/s), podendo chegar até 16 GB/s. A primeira placa gráfica a utilizar o potencial do barramento foi a Radeon HD 7970, da AMD, lançada em janeiro de 2012.

  • PCI Express 4.0

Foi anunciado em novembro de 2011 que o desenvolvimento de slots PCI Express 4.0 havia sido iniciado e que ele agora teria uma taxa de transmissão de 2 GB/s por faixa. Isso possibilitaria uma transmissão de 32 GB/s em slots 16x. Placas com PCI Express 4.0 devem ser lançadas entre 2014 e 2015.

Finalizando

Resumindo tudo, PCI Express é o nome dado a barramentos da placa-mãe que servem como entradas para placas de expansão (como placas de vídeo, som e rede) e realizam a transmissão de dados para o computador.

Existem três tipos de PCIe (nome alternativo do barramento), sendo que um quarto deve ser lançado nos próximos anos. A diferença entre eles é a velocidade de trafego de dados. Caso você utilize uma placa de vídeo indicada para PCI Express 3.0 em uma 2.0, ela funcionará, mas seu desempenho não será tão bom.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!