Além de ser Carnaval aqui no Brasil, hoje (9) também é o Dia da Internet Segura em mais de cem países que adotaram essa campanha. Para comemorar essa data e oferecer maior tranquilidade aos seus usuários enquanto estes navegam na web, a Google acaba de inaugurar uma funcionalidade bastante interessante no Gmail.

A partir de agora, o serviço emitirá uma notificação sempre que você receber ou enviar mensagens para um contato cujo provedor não utilize a criptografia TLS. Com isso, fica mais fácil saber se aquela conversa é segura ou não, e até mesmo evitar a troca de informações sigilosas caso haja desconfiança que aquele email será interceptado e lido por pessoas não-autorizadas antes de chegar em seu destinatário.

Na imagem abaixo, você confere um GIF animado que exemplifica o funcionamento do recurso. Ao escrever um email para um internauta desprotegido, um ícone vermelho surgirá ao lado do campo “Destinatários”. Clicando nele, o Gmail abre uma janela popup com os dizeres “Alguns destinatários usam serviços que não suportam criptografia. Se a sua mensagem é sigilosa, considere remover os endereços ou deletar as informações confidenciais.

Educando os usuários

O TecMundo conversou por telefone com Rodrigo Paiva, brasileiro que trabalha em Mountain View como gerente de produtos da equipe de segurança da Google. De acordo com o executivo, a novidade estará disponível não apenas na interface web do Gmail, mas também no aplicativo oficial do serviço. O recurso será liberado aos poucos para os usuários, logo, não é preciso se desesperar caso ainda não tenha recebido.

“A ideia é tornar nossos usuários mais conscientes de como as mensagens deles vão trafegar na internet”, explica Rodrigo. “Quando alguém envia um email pelo Gmail, os servidores do Google vão se conectar com outros provedores e fazer a transferência dessas informações. No momento em que essa mensagem está em trânsito, é importante que a conexão entre esses dois provedores seja criptografada”, comenta.

A ideia é tornar nossos usuários mais conscientes de como as mensagens deles vão trafegar na internet

A maioria dos serviços de email já adotam a tecnologia de criptografia Transport Layer Security (TSL), considerada um padrão na indústria. Ainda existem, porém, alguns provedores desprovidos de qualquer proteção, o que constitui um risco para a troca de dados sigilosos na web, visto que tais mensagens podem ser interceptadas e acessadas por terceiros (como cibercriminosos e até mesmo agências de espionagem).

De acordo com dados da própria Google, “apenas” 82% dos emails enviados pelo Gmail para outros provedores ao longo do último ano foram protegidos com criptografia TLS (e somente 52% dos recebidos tinham tal proteção). Em uma época em que golpes cibernéticos e vigilância em massa é uma ameaça constante para todos os cidadãos, esse é um número que pode ser considerado minúsculo.

No app do Gmail para smartphones, mensagens não-autenticadas (sem criptografia) serão sinalizadas com um sinal de interrogação

Faça um checkup e ganhe 2 GB no Google Drive

O lançamento desse recurso para o Gmail não é a única ação que a Google preparou para o Dia da Internet Segura. Tal como novo ano passado, a empresa está oferecendo gratuitamente 2 GB de armazenamento no Drive para os usuários que utilizarem a ferramenta Security Checkup para revisar a segurança de sua conta Google.

A ferramenta permite que o internauta ative a verificação em duas etapas para fazer login em serviços da empresa, ver quais dispositivos estão conectados ao seu perfil, verificar permissões de aplicativos de terceiros etc. Vale observar, porém, que a promoção só é válida para quem fizer o checkup até o dia 11 de fevereiro.

Você se preocupa com criptografia em emails? Comente no Fórum do TecMundo