Fundador da Microsoft e atualmente filantropo, Bill Gates tem se envolvido com causas sociais em países pobres há décadas. Por conta disso, Gates está comemorando a assinatura do pacto Global Goals, que define, entre outras metas, objetivos a serem seguidos para acabar com a miséria no mundo. Todos os países membros da ONU se tornaram signatários e devem contribuir também para o clima, economia, entre outros.

Ao comentar sobre o tema, Gates acredita que, com três passos simples, é possível acabar com a pobreza extrema no mundo até 2030, o ano tido como prazo final para o pacto em questão. Ele ainda comenta em um artigo publicado no Project Syndicate que investir em inovação é muito importante. Confira agora os três passos.

Apoio a instituições e organizações

O primeiro item que Gates comenta ser um passo importante para eliminar a pobreza é apoiar instituições e organizações que fornecem atendimento médico em regiões carentes. Ele dá o exemplo do fundo global de combate à AIDS, tuberculose e malária, que já salvou cerca de 17 milhões de vidas.

Mulheres

Gates explica ainda que é necessário priorizar mulheres e meninas nesses esforços. “A partir de qualquer perspectiva, o mundo hoje, mais do que nunca, é um lugar melhor para mulheres e meninas. Mas ainda não está nem perto de ser bom o suficiente. Elas precisam de melhor acesso à saúde, serviços de planejamento familiar, melhores oportunidades econômicas e mais poder de decisão sobre suas próprias vidas”, explicou Gates.

Inovação

Por fim, investir pesadamente em inovação é visto como o terceiro passo a ser dado pela humanidade. Avanços tecnológicos e científicos estariam entre os maiores eliminadores de pobreza. Contudo, é necessário ter em mente que ele fala mais especificamente de inovação voltada para resolver problemas sociais, como saúde, esgoto, água etc.

Você que acha que, se todos os países da ONU se engajarem nos “três passos” de Bill Gates, é possível eliminar a pobreza até 2030? Comente no Fórum do TecMundo