Apesar da briga feia com o HD DVD para ver qual seria o formato padrão para mídia de alta capacidade, o Blu-ray venceu. Porém, assim como as estreias dos outros tipos de mídia, o Blu-ray ainda não chegou com força total no Brasil. As mídias ainda são caras, bem como os equipamentos que as leem. É necessário algum tempo para que a tecnologia se torne mais acessível aos consumidores, mas isso acontecerá naturalmente.

Aos poucos, os Blu-rays estão sendo incorporados ao mercado, e algumas empresas já nem estão mais lançando títulos em DVD. Da mesma forma, todos os dias são lançados novos equipamentos capazes de reproduzir o novo formato, o que fará com que daqui a pouco tempo seja mais fácil e barato para os consumidores entrarem na nova era. A LG foi uma das primeiras a lançar um equipamento com suporte a conexão com a internet, com seu BD300. Hoje, já existem diversos modelos da marca, e um deles nos foi enviado para que pudéssemos testar.

Recebemos o modelo BD370, que já é de uma geração mais avançada que o BD300. Assim como a era do DVD, os fabricantes não podem se dar ao luxo de criar equipamentos que só leem o disco e não façam mais nada. Os Blu-ray players (ou BD players) mais novos já estão vindo com diversas funções adicionais, como é o caso do BD370, que pode se conectar à internet para download de conteúdo. Falaremos dos detalhes do LG BD370 mais adiante. Veja abaixo as principais características do aparelho.

Especificações

Visão geral

O LG BD370 é um dos tocadores mais completos disponíveis hoje no mercado. A grande compatibilidade de formatos traz possibilidades inéditas de interação do usuário com o equipamento e até mesmo com os discos Blu-ray. Como já mencionamos, equipamentos com a única função de executar discos Blu-ray não agregam tanto valor quanto os que tiverem capacidades adicionais. Percebendo esse fato, a LG incorporou a capacidade de reprodução de diversos tipos de mídia, bem como vários formatos diferentes de arquivo.

Foto LG BD370

O BD370 não tem um desenho dos mais chamativos. Seus contornos arredondados conferem um aspecto discreto e elegante ao player, mas o grande charme é a luz do botão de ligar/desligar, que muda de cor conforme o tipo de mídia inserida no aparelho — azul para discos Blu-ray, vermelha para DVDs, e roxa para demais formatos. A área frontal é completamente limpa, sem qualquer saliência ou botão em relevo, o que pode ser uma vantagem, já que botões em relevo na parte frontal costumam ser facilmente quebrados ou danificados.

Destaque porta USB

Atrás de uma pequena porta, você encontrará botões para comandar a reprodução do vídeo, bem como a porta USB, que pode ser usada para conectar pendrives ou outros dispositivos de armazenamento, para acesso e reprodução de músicas e vídeos salvos no acessório. Para utilizar o recurso BD-Live, é necessário que você conecte um dispositivo à porta USB, para que ele funcione como uma espécie de memória RAM, para salvar temporariamente o conteúdo baixado da rede.

Qualidade de imagem

O que se espera de um tocador de BDs é nada menos do que qualidade perfeita de imagem na reprodução de discos Blu-ray. O BD370 faz bonito não só na hora de executar filmes com a mídia azul, como também em vídeos nos formatos DivX e MKV (Matroska) — logicamente que isso dependerá da qualidade da codificação dos vídeos.

Foto tirada da tela da televisão.

Em nosso teste com o filme Madagascar 2 em Blu-ray, só pudemos notar “serrilhamento” na imagem quando aproximamos os olhos a poucos centímetros da tela. Ou seja, se você pretende assistir a filmes em Blu-ray, utilizando o LG BD370, não será possível notar qualquer defeito na imagem (dependendo obviamente da qualidade da gravação no disco).

*O problema de baixa resolução notado em televisões digitais, como o efeito de “explosão” de pixels não costuma acontecer com discos Blu-ray, menos ainda quando executados no BD370.

BD-Live

Não bastasse a quantidade imensa de conteúdo que um disco Blu-ray pode trazer, com a conexão à internet, presente no BD370 através de cabo ethernet, é possível se conectar ao serviço BD-Live, quando habilitado no disco inserido no aparelho. Conteúdos como making-offs, cenas deletadas, finais alternativos ou até mesmo jogos relacionados ao filme, poderão ser baixados geralmente através do menu de extras do disco Blu-ray.

BD-Live em ação.

Tal recurso é uma evolução, já está presente em muitos modelos de tocador e deve ser incorporado a todos os futuros reprodutores do formato de mídia azul. Assim, por mais que um filme se torne “velho”, novos conteúdos poderão ser assistidos através do serviço BD-Live, mantendo viva a obra cinematográfica na memória dos cinéfilos.

*Lembre-se de que nem todos os discos Blu-ray tem necessariamente a função BD-Live. Isso dependerá estritamente dos produtores do disco.

Interatividade

Se você sempre sonhou em assistir aos seus vídeos favoritos na sua televisão digital, o BD370 veio para realizá-lo. Seu navegador exclusivo para o YouTube permite que você assista aos vídeos do serviço com qualidade de imagem digital. Logicamente, a qualidade da imagem exibida na TV dependerá unicamente da resolução na qual o vídeo foi enviado ao YouTube.

Acessado o YouTube

O maior problema dessa função é a necessidade de digitação no controle remoto. Como não existem letras, um menu será aberto para que você selecione uma a uma as letras que formam os títulos ou assuntos dos vídeos que quiser buscar no YouTube. A interface do YouTube é semelhante à do navegador do seu computador, com pequenas diferenças visuais e de funções. Vale lembrar que você poderá assistir aos vídeos salvos na lista de favoritos da sua conta no serviço, fazendo login com seu nome de usuário e senha.

Áudio

Dolby TrueHDO grau de envolvimento da audiência dos filmes é diretamente proporcional à qualidade da trilha sonora escolhida. Mas não adianta assistir a um filme com trilha sonora premiada se o seu sistema não a executa com perfeição. O BD370 vem com uma série de codecs de áudio para garantir alta fidelidade de som, bem como diversas opções de configuração, para que o usuário possa decidir qual tecnologia prefere.

DTSUma boa gama de codecs de áudio também é importante, visto que cada disco vem com diferentes possibilidades, dependendo da forma como o áudio foi tratado nas gravações. Tecnologias como Dolby Digital, Dolby Digital Plus, Dolby TrueHD, DTS e DTS-HD, presentes no BD370, garantirão que saia das caixas de som exatamente o que os produtores do disco querem que o usuário ouça.

*Um detalhe importante a ser lembrado é que as tecnologias de reprodução de som são codificadas sem qualquer compactação, deixando o áudio ainda mais perfeito, pois qualquer compactação de som causa perda de qualidade.

Interface do usuário

Se você ligar o BD370 sem qualquer disco na gaveta, será exibido o menu principal. Nele, você terá acesso às principais funções, bem como às configurações do equipamento. O menu está disponível em português, o que facilita ainda mais a operação, além de ser simples e intuitivo.

Menu Home

Conexões

Seria uma incoerência comprar um tocador de Blu-ray sem antes adquirir uma televisão digital, pois mesmo as resoluções dos DVDs atuais já são muito maiores do que as televisões analógicas. Mesmo assim, se você resolver comprar antes um tocador de Blu-ray, o BD370 é uma boa escolha, pois seu painel traseiro traz diferentes tipos de conexões, incluindo saídas RCA, para conexão com televisões ou receivers analógicos — conforme você viu na tabela de especificações. Os cinéfilos de plantão, no entanto, com certeza irão preferir a saída HDMI, por mais que queiram conectar o aparelho a um receiver para melhor gerenciamento do som.

Conexões

Controle remoto

Ao contrário de muitos equipamentos, o controle remoto do BD370 não oferece nenhuma dificuldade de utilização. Os botões estão distribuídos de forma organizada e claramente identificados. Melhor ainda, as funções disponíveis em determinados momentos aparecerão na tela da TV, o que facilita ainda mais a operação. Atrás de uma pequena porta deslizante está escondido um teclado numérico, bem como alguns botões que fornecem funções adicionais. O fato de estes botões estarem escondidos torna o controle remoto mais limpo, mantendo na área visível só as funções mais utilizadas.

Controle remoto

Os destaques

- Carregamento veloz dos conteúdos de discos Blu-ray.
- Conexão direta com o YouTube, com altíssima velocidade.
- Facilidade de configuração e operação.
- Compatível com inúmeros formatos populares de vídeo digital.
- Recurso BD-Live.

O que faltou

- Suporte a conexão de rede através de Wi-Fi.
- A configuração automática de IP não funcionou em nossos testes. Tivemos que definir manualmente os endereços para que o aparelho conseguisse se conectar. Isso pode causar problemas para usuários menos experientes.

Conclusão

O LG BD370 é o BD player perfeito para o atual estágio do mercado brasileiro de Blu-ray. Certamente, no futuro, os tocadores terão uma infinidade de recursos adicionais, que ainda não estão disponíveis, pois o formato ainda não se consagrou no país. Contudo, se o seu orçamento é limitado, vale a pena esperar um pouco mais para adquirir produtos com a tecnologia, pois os preços ainda são salgados. Já aqueles que não aguentam ficar muito tempo sem aderir às novidades deverão desenbolsar mais de R$1500,00 para comprar o BD370 e entrar na era do Blu-ray.

Cores do botão power

E você? Já tem um tocador de discos Blu-ray? Quais recursos você já utilizou e qual achou mais promissor? Fique à vontade para utilizar nosso sistema de comentários e compartilhar suas ideias com a comunidade Baixaki.

Cupons de desconto TecMundo: