Na última quinta-feira (25), o WhatsApp atualizou os termos de privacidade e gerou bastante polêmica na internet. De acordo com uma postagem no próprio blog do serviço, o mensageiro começaria a compartilhar uma "quantidade limitada" de informações sobre seus usuários com o Facebook – o que inclui o número de celular.

Diante da situação controversa, até mesmo um tutorial sobre como atualizar o WhatsApp e não entregar seus dados para o Facebook foi formulado. Entretanto, parece que nem mesmo seguindo o passo a passo as suas informações estarão livres das "garras" de Mark Zuckerberg. Ao menos é isso o que indica o site AntiMedia, que analisou cuidadosamente os novos termos e até mesmo a página de perguntas frequentes do WhatsApp.

Privacidade zero

Por mais que você siga o tutorial muito bem explicado na página do WhatsApp, uma mensagem deixa claro que isso não vai evitar que suas informações sejam compartilhadas com a rede social.

"A família de empresas do Facebook vai receber e utilizar estes dados para outros propósitos, tais como aprimorar a infraestrutura e sistemas de entrega, entender como nossos serviços e os serviços deles são utilizados, melhorar sistemas de segurança, combate ao spam, abusos e atividades de violação."

Portanto, não adianta se esconder. As suas informações no mensageiros serão, sim, compartilhadas com o Facebook. Os usuários não têm escolha, a não ser utilizar outro aplicativo para se comunicar com seus amigos e familiares. Lembrando que ninguém é obrigado a usar o WhatsApp e existe uma grande quantidade de apps que oferecem exatamente as mesmas funcionalidades – quando não ainda mais.

10 alternativas para substituir o WhatsApp

Cupons de desconto TecMundo: