Windows 10 ou Windows 11: Qual é melhor para jogos em 2023?

3 min de leitura
Imagem de: Windows 10 ou Windows 11: Qual é melhor para jogos em 2023?
Imagem: Microsoft

A cada versão do Windows, tradicionalmente ressurge o debate sobre como a atualização afeta o desempenho em jogos. Considerando que o Windows 11 foi lançado em 2021 com muitos bugs e instabilidades, os primeiros meses do sistema não foram muito positivos nesse sentido.

Dependendo de como é realizada a migração, não é possível reverter o processo, sendo necessária uma nova instalação. Para evitar todo esse desgaste em caso de problemas, muitos usuários optaram não atualizarem seus sistemas.

Com o encerramento de suporte para o Win 10 em outubro de 2025, muitos usuários estão considerando realizar o upgrade. Pensando nisso, preparamos um comparativo para verificar qual versão do Windows é melhor para jogar em 2023.

Qual Windows é melhor para jogos?

Desde o primeiro Xbox, a Microsoft trabalhou por anos para separar os ecossistemas de PCs e consoles. Entretanto, ao perceber que o mercado de serviços pode ser bem mais lucrativo, a sua estratégia de desenvolvimento e distribuição de softwares mudou drasticamente, e isso inclui seu sistema operacional.


Microsoft visa integrar plataformas de jogos em ecossistema Windows, mas OS dos Xbox ainda é baseado no Win 10.Microsoft visa integrar plataformas de jogos em ecossistema Windows, mas OS dos Xbox ainda é baseado no Win 10.Fonte:  Xbox 

Em 2015, Phill Spencer, chefe de operações do Xbox, revelou em entrevista que “integrar a experiência de jogos ao ecossistema do Windows se tornou uma prioridade para empresa.” A afirmação veio após a Microsoft atualizar o Hyper-V, sistema operacional do Xbox One, para uma versão modificada do Win 10.

Windows 11 ou 10?

Os dois sistemas receberam versões 22H2 — referentes ao segundo semestre de 2022 —, e ambos são igualmente estáveis. Tanto em tarefas simples (inicializar o PC, quanto intensas (benchmarks) há um empate técnico, com a vitória alternando sem um padrão aparente.


Algo que pesa a favor do Win 10 é que ele utiliza 500 MB a menos de memória RAM em operação — o equivalente a duas abas do Chrome. Isso pode não significar muito para setups poderosos, mas faz muita diferença em sistemas mais modestos.

O Win 11, por outro lado, apesar de ser um pouco mais pesado, recebe atualizações com maior frequência, além de novas funcionalidades, principalmente para quem utiliza o PC para jogar.

Diversas otimizações e aplicativos proprietários da MS voltados para o público gamer — como o Xbox App, que permite jogar títulos selecionados via nuvem —, chegaram primeiro ao Windows 11. Isso sugere que essas implementações são nativas do sistema, e apenas adaptadas para a versão passada.

DirectStorage reduz tempos de loading, mas está disponível apenas pra consoles e Win 11.DirectStorage reduz tempos de loading, mas está disponível apenas pra consoles e Win 11.Fonte:  Alphr 

Ainda existem funcionalidades exclusivas para o Windows mais moderno, como o sistema de DirectStorage. Para PCs com SSDs NVMe, títulos compatíveis com a ferramenta conseguem solicitar acesso direto a regiões específicas de armazenamento sem enviar instruções para a CPU.

O processo reduz o tempo parado em telas de loading, além de carregar mais texturas mais rapidamente. Por um bom tempo, o DirectStorage esteve disponível apenas nas plataformas Xbox.

Mas e os FPS?

Independente de ferramentas exclusivas e melhorias de uso cotidiano, o desempenho em jogos é o que conta, de fato, para a maioria dos usuários. Nesse quesito, a notícia é boa, porque a briga também é.

Windows 10 ou Windows 11? Sim...Windows 10 ou Windows 11? Sim...Fonte:  YouTube @TestingGames 

O canal @TestingGames comparou o desempenho dos dois sistemas operacionais em vários títulos populares, como Cyberpunk 2077, Forza Horizon 5 e God of War. Certificando-se que nenhum dos componentes utilizados poderia representar um gargalo, o resultado ficou praticamente empatado.

Em Red Dead Redemption 2, o sistema operacional mais antigo ficou com 4 quadros a menos na média de fps. Já em Call of Duty: Warzone, ele se saiu melhor com 5 quadros de vantagem. Na maioria dos outros testes, os resultados foram de menos de 3 FPS de diferença na média, variando mais nos vales de 0,1%.

No entanto, esses valores são extremamente raros, sequer configurando engasgos. Sendo assim, não existe muita diferença se a queda foi para 165 FPS ou 101 FPS, já que na maioria das vezes elas são imperceptíveis.

Ainda estou no Win 10. Devo atualizar?

Quem ainda não atualizou seu sistema por medo de perder desempenho em jogos pode ficar tranquilo. Desde que não existam limitações de hardware, a migração para o Windows 11 não impacta negativamente. Ela pode trazer inclusive alguns benefícios, além do suporte maior e updates mais frequentes.

Todavia, se essa a única razão para considerar a atualização, primeiro é importante avaliar se isso não irá impactar outros processos do PC. Em sistemas mais fracos, talvez seja mais interessante permanecer no Windows 10 e economizar 500 MB de RAM.

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.