Imagem de: Divisão esportiva da Volvo se torna independente para produzir elétricos

Divisão esportiva da Volvo se torna independente para produzir elétricos

1 min de leitura
Avatar do autor

Quem conhece um pouco mais do mundo automotivo já está familiarizado com as chamadas “divisões esportivas” ou “divisões de performance” de algumas marcas pelo mundo: é o caso da Mercedes-Benz com a AMG, da BMW com a M e também da Volvo, de certa forma, com a Polestar – que agora vai deixar de ostentar a logo da fabricante sueca em seus veículos, que passarão a ser 100% elétricos.

A Polestar, assim como as outras, era responsável por criar versões apimentadas de modelos de produção da Volvo e também pela divisão de automobilismo da marca desde 1996, mas agora vai se tornar uma companhia independente e focada na produção de veículos elétricos.

Ela também fará pacotes de otimização de desempenho para os carros da Volvo – que contarão com um emblema de “Construído pela Polestar” –, se beneficiando do que a Volvo chama de “sinergias tecnológicas e de engenharia”, que também permitirão que ela desenhe e desenvolva carros elétricos de alta performance.

“A Polestar será um competidor relevante no emergente mercado global de veículos elétricos de alta performance”, explicou Håkan Samuelsson, o CEO da Volvo. “Com ela, poderemos oferecer carros elétricos aos motoristas mais progressivos e exigentes em todos os segmentos do mercado”.

Vale lembrar que a própria Volvo anunciou que tem um modelo 100% elétrico engatilhado para 2019, então é possível que a Polestar também vá servir como laboratório para desenvolvimento de tecnologias para esses veículos.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Divisão esportiva da Volvo se torna independente para produzir elétricos