Dá para dizer que o setor de internet no Brasil anda em uma situação bastante delicada, especialmente para os internautas. Além de toda a situação do tipo “manda derrubar, manda voltar” do WhatsApp no país e das propostas controversas discutidas pela CPI dos Crimes Cibernéticos, os usuários andam se preparando para encarar limitações na banda larga muito em breve. Agora, foi exatamente uma das empresas que encabeçam a proposta de franquia nas conexões fixas que deu um susto nos consumidores mais atentos.

Isso porque, nessa última sexta-feira (6), recebemos um alerta dizendo que o portal da Vivo dedicado à oferta de seus planos de internet via fibra tinha sofrido uma pequena alteração, mas que poderia significar muito para os clientes: uma redução substancial na velocidade de upload em todas as velocidades. Para conferir a dica, visitamos a página e descobrimos que realmente as opções 50 Mega, 100 Mega, 200 Mega e 300 Mega tinham sofrido um reajuste na taxa de transmissão do cliente para a web.

Screenshot feita no site de oferta da Vivo Fibra na sexta-feira (6).

Se antes um dos grandes atrativos desse tipo de conexão – além do download robusto – eram uploads de 25, 50, 100 e até 150 Mbps, a nova “versão” dos produtos levava esses números para um quinto disso. Como é possível ver na captura de tela que fizemos do portal, a reformulação fazia com que o recurso ficasse na casa dos 5 Mbps no item mais barato e apenas 30 Mbps no conjunto mais premium – ou seja, 80% menor do que o atual. O pior? Aparentemente, não havia nenhuma alteração de preço ou compensação pela mudança.

Em testes de velocidade feitos ainda na sexta, percebemos que o upload continuava com a classificação original para os atuais clientes Vivo Fibra, sugerindo que a edição “capada” dos planos poderia ser uma espécie de adequação para as futuras franquias de dados. Como nenhuma alteração havia sido comunicada pela empresa recentemente, entramos em contato com a Vivo para saber se essa redução foi algum tipo de erro ou se era algo que realmente já estava programado para entrar em vigor para novos usuários a partir de agora.

Alarme falso

Felizmente, para quem é fã da boa taxa de upload da internet baseada em fibra ótica, a companhia informou que se tratou apenas de um mal-entendido gerado a partir de problemas técnicos na página em questão. Segundo as informações enviadas ao TecMundo, a Vivo garantiu que os planos não haviam sofrido nenhuma alteração e que os valores seriam corrigidos no site. Confira abaixo, na íntegra, a nota oficial de esclarecimento da empresa:

“A Telefônica Vivo informa que não houve alteração nas velocidades de upload do produto Vivo Fibra (tecnologia FTTH – fiber to the home). As velocidades de 50 Mbps, 100 Mbps, 200 Mbps e 300 Mbps continuam com uploads equivalentes a 50% do download, ou seja, respectivamente, 25 Mbps, 50 Mbps, 100 Mbps e 150 Mbps. As taxas de upload que constam na página de internet consultada pelo TecMundo estão sendo ajustadas.”

Na manhã deste sábado (7), o portal já trazia a numeração original para o upload das conexões fibra, retornando aos valores que já estavam sendo praticados para os clientes atuais. Com isso, o internauta brasileiro tem uma preocupação a menos pela frente. De qualquer maneira, com o atual cenário da web no Brasil, vale ficar atento a qualquer mudança nesse sentido, independentemente da operadora.

Caso perceba alterações bruscas em seu plano de internet, entre em contato com a gente e explique a situação. Os avisos podem ser feitos através da ferramenta de colaboração com o autor, na lateral da matéria, ou pelo recurso de sugestão de notícias, que fica no topo da página do TecMundo.

Qual é a importância da taxa de upload para o seu dia a dia na internet? Comente no Fórum do TecMundo!

Cupons de desconto TecMundo: