O BitTorrent é um dos mais elogiados programas de compartilhamento de arquivos via torrent. Atualmente, são quase 200 milhões de usuários deste programa. Com a popularidade crescente, também surgiram muitas ferramentas para aproveitar melhor os recursos do programa. Neste guia, você verá dicas dessas ferramentas, além de aprender a usar recursos do próprio BitTorrent para usá-lo com mais eficiência.

Melhorando a velocidade de download

Uma atitude simples para melhorar seus downloads é pesquisar por arquivos com muitos seeds, ou seja, com muitos usuários compartilhando. No entanto, um grande número de seeds não significa necessariamente que o download é bom. O número de seeds deve ser comparado ao número de peers. Logo, 50 seeds e 50 peers é melhor que 500 seeds e 1000 peers.

Atente para o número de seeds e peers.

Com o BitTorrent você baixa arquivos e também os envia. Porém, se muita banda de sua conexão estiver destinada ao envio de arquivos, a velocidade de download fica comprometida. Logo, é recomendável que você limite a velocidade de upload para 80% da capacidade total de upload.

Provavelmente a sua operadora pode lhe informar sobre essa capacidade máxima. É muito provável que você encontre um serviço deste tipo no site dela. Você também pode executar testes de conexão com alguns programas e sites da internet. No Baixaki você encontra o MySpeedPC, um programa que verifica as velocidades de download e upload de sua conexão, exibindo uma análise da qualidade dela. Há também o site Speedtest.net, que faz os mesmos testes de maneira online.

O Speedtest.net faz testes com sua conexão.

Uma alternativa é alterar as portas de conexão caso você utilize um roteador. Por padrão, o BitTorrent usa as portas entre 6881-6999. Você deve acessar as configurações do roteador, abrir as portas específicas e depois alterar esse alcance, acessando as configurações do programa BitTorrent.

Saiba mais sobre este procedimento neste artigo, no subtítulo "Liberando portas para o eMule". Não se preocupe, pois, apesar de ser direcionado ao eMule, os procedimentos explicados valem para diferentes modelos de roteadores.

Uma última opção é usar um firewall alternativo ao do Windows, uma vez que ele não se dá bem com programas compartilhadores. Clique aqui para ver as melhores opções de download do Baixaki.

Melhores resultados

Na internet há várias fontes de arquivos torrent. Muitos sites disponibilizam este tipo de arquivo. No Baixaki você encontra vários sites que “fazem o trabalho sujo” e buscam o que você deseja em várias fontes diferentes. A lista inclui Acquila, Completorrent, Torrentfly, Torrent Search, YouTorrent, Torrents.to, ScrapeTorrent, NowTorrents, PizzaTorrent, LOOKTorrent, Speckly, TorrentCascade, Torrent Harvester, Bit Che, Torrent Forage, JPTorrent e Torrvision. Todos funcionam de maneira semelhante, o que os diferencia são as fontes que eles buscam.

O Torrentfly é uma das várias opções para você.

Uma opção muito prática é a Torrent Finder Toolbar para Firefox, uma barra que também procura arquivos torrent sem que você acesse nenhum serviço.

Utilizando o BitTorrent diretamente do seu navegador

O BitLet é um applet, ou seja, um aplicativo online que baixa seus arquivos sem a necessidade de um cliente. Basta indicar o endereço de um arquivo torrent para que o BitLet comece a baixar. Obviamente que não é um programa substituto de um cliente, mas é uma maneira simples de baixar arquivos sem instalar nenhum programa.

Baixe arquivos torrent diretamente do seu navegador.

Com o seu navegador você também pode gerenciar downloads e uploads que você esteja fazendo em casa de qualquer lugar. Se você usa o µTorrent, o WebUI lhe permite adicionar, remover e gerenciar tudo que se passa no seu cliente, na sua casa, de qualquer lugar.

O µTorrent só é compatível com o Windows, mas é possível usar qualquer navegador em qualquer plataforma. É necessário configurar o WebUI para permitir que ele gerencie seus downloads remotamente.

Não importa onde você esteja, o WebUI gerencia suas transferências.

Baixando com o Miro

O Miro, anteriormente conhecido como Democracy Player, é capaz de tocar quase todo tipo de arquivo de vídeo, mas ele também é capaz de exibir podcasts, pegar vídeos do YouTube e de baixar vídeos do BitTorrent também. Basta pesquisar os vídeos desejados em um local específico e, após o download, você deve atentar para manter o vídeo em seu computador após cinco dias ou deletá-lo automaticamente.

O Miro, além de bom tocador, também baixa via torrent.

Baixando com comunicadores instantâneos

Quem usa o Pidgin ou o Adium pode configurar estes comunicadores para aceitar downloads de usuários específicos e então salvá-los em uma pasta que o BitTorrent acesse para localizar novos torrents. Você pode utilizar este método para iniciar downloads remotos, bastando enviar uma mensagem com o arquivo desejado para você mesmo.

Desta maneira, o seu cliente irá identificar o arquivo que você enviou e iniciar automaticamente o download.

Criando arquivos torrent

Criar o seu próprio arquivo torrent é fácil. Esta opção se encontra, no BitTorrent, no menu "File"-"Create New Torrent". Basta indicar o arquivo ou pasta com o conteúdo a ser compartilhado. Para começar a compartilhar imediatamente, indique o endereço tracker do arquivo. Este endereço tem a seguinte estrutura: http://seuIP:porta/announce.

Compartilhe também, isso melhora a sua reputação entre os usuários.

Cupons de desconto TecMundo: