Quando falamos a palavra "fazenda", logo nos lembramos de uma casa grande no interior, hectares de terras cobertas por grama, muitos animais e vastas plantações. Porém, Nova Jersey vai receber uma fazenda vertical que deve carregar o título de maior do mundo — além da responsabilidade de alimentar milhares de pessoas.

A tecnologia presente no "prédio" é da AeroFarms, que vai utilizar torres de LED e técnicas aeropônicas (na prática, mantém-se as plantas suspensas no ar e apoiadas pelo colo das raízes) para produzir cerca de 1 milhão de quilos de couve, rúcula e alface durante um ano. O complexo total vai ter 6,4 mil metros quadrados — por isso podemos dar o título de maior fazenda vertical do mundo.

Segundo a AeroFarms, a tecnologia empregada é 75 vezes mais produtiva do que a presente em plantações ao ar livre. Além disso, por estar no interior de um prédio, não é necessário o uso de pesticida nos alimentos.

Outro benefício indicado pela empresa é a redução do uso de água. A técnica aeropônica utiliza 95% menos de água no cultivo. É esperado que a primeira fase da construção esteja finalizada até outubro deste ano.

Com tantas possibilidades de economia, será que veremos mais fazendas verticais pelo mundo? Comente no Fórum do TecMundo