WhatsApp pode começar a exibir anúncios, confirma chefe do app

1 min de leitura
Imagem de: WhatsApp pode começar a exibir anúncios, confirma chefe do app
Imagem: Pexels

WhatsApp planeja exibir anúncios para os usuários em alguns locais do aplicativo, como na área de Status e nos canais. A revelação foi feita pelo chefe do serviço de mensagens da Meta, Will Cathcart, em entrevista à Folha de S.Paulo na segunda-feira (6).

Conforme o executivo, a companhia tem trabalhado na possibilidade de implementar a publicidade no WhatsApp há algum tempo, confirmando rumores antigos, mas por enquanto não há qualquer indício de quando isso irá acontecer. Ele também disse que a exibição ficará restrita a apenas algumas funções da plataforma.

Will Cathcart lidera o WhatsApp desde 2019.Will Cathcart lidera o WhatsApp desde 2019.Fonte:  Meta/Divulgação 

A boa notícia para quem não quer ser incomodado pelos anúncios enquanto navega pelo aplicativo é que a caixa de entrada do programa não passará por nenhuma mudança, ou seja, continuará não exibindo as propagandas. O mesmo acontecerá com a “experiência de mensagens”, de acordo com Cathcart.

Por outro lado, o chefe do WhatsApp revelou que os canais podem começar a cobrar assinatura dos seguidores, passando a oferecer conteúdos exclusivos e outros benefícios para os usuários pagantes. A Meta não forneceu detalhes adicionais sobre como isso irá funcionar.

“País do WhatsApp”

Além da possibilidade de exibição de anúncios em alguns locais do WhatsApp e de confirmar que o mensageiro continuará gratuito, o presidente do app comentou sobre a presença da plataforma no mercado nacional. Segundo o executivo, o país possui a terceira maior base de usuários do software, ficando atrás da Índia, em primeiro, e da Indonésia, em segundo.

Mesmo não estando na liderança, neste quesito, Cathcart afirmou que “o Brasil é o país do WhatsApp”, pois apresenta um uso per capita muito alto do serviço. O país também se destaca como o território que mais envia mensagens, o recordista de envio de mensagens de áudio e de mensagens que desaparecem.

Sobre a chegada de novos recursos, o executivo disse que funções de inteligência artificial para auxiliar as empresas no atendimento ao cliente devem estar entre as próximas adições no Brasil.

Destinado a empresas de médio e grande porte, o chatbot para resolver dúvidas básicas é uma delas, passando os problemas mais complexos para o atendente humano.

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.