WhatsApp poderá ser usado em mais de um celular futuramente

1 min de leitura
Imagem de: WhatsApp poderá ser usado em mais de um celular futuramente
Imagem: Unsplash
Avatar do autor

No último domingo (26), o site WABetaInfo divulgou que o WhatsApp estaria desenvolvendo uma versão 2.0 do recurso de múltiplos dispositivos, já disponível para todos os usuários da plataforma. Atualmente, a ferramenta permite a mesma conta utilizar até 4 dispositivos, sendo somente um celular — o que pode estar prestes a mudar.

A novidade apresentou grandes mudanças em como usamos o serviço, mas ainda pode melhorar. Enquanto o telefone não precisa estar conectado à internet, você ainda pode usar o WhatsApp no modo Web e Desktop. Segundo a matéria do site, o aplicativo permitirá a adição de um segundo dispositivo móvel na mesma conta, garantindo mais liberade ao usuário.

A captura abaixo apresenta a tela que aparece quando você abre o WhatsApp Web/Desktop ao ingressar no programa beta dos múltiplos dispositivos. No entanto, a captura foi realizada em um aparelho vertical, indicando que, em breve, os usuários poderão usar o WhatsApp em um segundo celular.

(Fonte: WABetaInfo/Reprodução)(Fonte: WABetaInfo/Reprodução)Fonte:  WABetaInfo 

Ao abrir o aplicativo no segundo dispositivo móvel depois de algum tempo, o WhatsApp baixa todas as mensagens do servidor, assim o telefone principal não precisa estar conectado com a Internet o tempo todo. Ao vincular o seu segundo dispositivo móvel pela primeira vez, o app também sincroniza o histórico de bate-papo, processo protegido pela criptografia de ponta a ponta.

Ainda não está claro se o processo será reservado somente para tablets, o que pode acontecer por propósitos de segurança. No entanto, considerando a grande demanda do público, a tendência é que o aplicativo receba suporte para múltiplos celulares — até o momento, não há evidências de que os smartphones serão excluídos da atualização.

Disponibilidade

O WhatsApp para múltiplos dispositivos está em desenvolvimento e sua versão beta está disponível para usuários iOS, mas o aplicativo está trabalhando no recurso também para Android. Não há data de lançamento conhecida para o lançamento da ferramenta para o público geral e nem da sua versão 2.0.