Windows 11 reduz uso de disco e traz ganhos de performance

1 min de leitura
Imagem de: Windows 11 reduz uso de disco e traz ganhos de performance
Imagem: Microsoft
Avatar do autor

A menos de duas semanas de sua chegada oficial, o Windows 11 acena inicialmente com importantes mudanças no design na tela inicial, contexto e notificações. Mas quem já utilizou a versão beta sabe que existem várias otimizações ainda não detalhadas nos fóruns. Uma delas, revelada no domingo (19) pelo site Windows Latest, diz respeito à redução do uso de disco.

Atualmente, a redução é feita através da desinstalação de alguns aplicativos padrão do Windows 10, desabilitando a hibernação e ajustando as configurações de memória virtual. Mas o Windows 11 virá programado, segundo funcionários da Microsoft entrevistados pelo WindowsLatest, com algumas tecnologias de compactação do sistema operacional para otimizar a execução de vários aplicativos da caixa de entrada.

Os aplicativos de entrada virão agora na forma de stub, ou seja, um arquivo que parece estar disponível para uso imediato, mas fornece o código para desempacotar os parâmetros de outra mídia. Assim, se você iniciar o Sticky Notes pela primeira vez, por exemplo, verá uma tela de carregamento, e os binários do aplicativo serão carregados sob demanda, ou seja, diretamente da Microsoft Store, porém de forma automática.

Outras reduções otimizações de disco no Windows 11

Arquivo usado pela primeira vez é baixado automaticamente da loja. (Fonte: Microsoft/Reprodução.)Arquivo usado pela primeira vez é baixado automaticamente da loja. (Fonte: Microsoft/Reprodução.)Fonte:  Microsoft 

A otimização de uso de disco chegará tanto aos arquivos usados pelo sistema operacional como pelo navegador padrão Edge. Em um documento de suporte, a Microsoft explicou que os drivers Ethernet e WiFi utilizados em conexões com a internet virão agora pré-instalados na forma FOD (recursos sob demanda), mas, se você não precisar deles, é possível removê-los do seu dispositivo.

Outra importante ferramenta divulgada por funcionários da Microsoft é a retomada instantânea do modo de espera. O novo sistema lógico do Windows 11 consegue “lembrar” os estados de prioridade e, com isso, a retomada do sistema passará a ser 25% mais rápida.