OnePlus e Oppo vão unificar interfaces Oxygen OS e Color OS

1 min de leitura
Imagem de: OnePlus e Oppo vão unificar interfaces Oxygen OS e Color OS
Imagem: Oppo
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A fabricante OnePlus confirmou que a próxima geração de smartphones da empresa, que chega ao mercado no primeiro semestre de 2022, já terá novidades que são consequência da união entre a empresa e a Oppo.

A principal mudança estará especificamente no sistema operacional. Os modelos da linha OnePlus 10 já vão rodar a partir de nova uma interface do Android — resultado de uma unificação entre o Oxygen OS, da própria OnePlus, e o Color OS, da Oppo.

Todos os modelos top de linha da OnePlus ainda em catálogo devem receber a atualização da interface, que ainda não teve o nome oficializado. Segundo o site Android Authority, a empresa garante que o novo sistema vai "manter o DNA" do visual antigo, ao mesmo tempo em que aprimora a experiência como um todo.

Novos ares

A integração com a Oppo foi anunciada em junho de 2021 e, logo depois, documentos vazados mostraram que a OnePlus passará a ser uma submarca independente, com menos poderes que a nova parceira. Meses antes, a divisão de hardware de ambas já havia sido unificada, sendo que ambas pertencem ao mesmo conglomerado, a BBK Electronics.

Recentemente, como parte da restruturação, a Oppo fez uma rodada de demissões para acomodar os novos funcionários. O corte de funcionários não foi a única mudança ocorrida após a fusão.

Ainda hoje, a OnePlus anunciou que não lançará o OnePlus 9T neste ano. Com isso, a empresa quebra a sua série de lançamentos do segundo semestre, que vem ocorrendo desde 2016.