WhatsApp se compromete a reajustar política de privacidade

1 min de leitura
Imagem de: WhatsApp se compromete a reajustar política de privacidade
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

O WhatsApp se comprometeu a realizar ajustes em sua nova política de privacidade no Brasil, em vigor desde o dia 15 de maio, após a recomendação dada por órgãos públicos que atuam na defesa do consumidor, na defesa da ordem econômica e na proteção de dados. O anúncio foi feito por meio de nota pública divulgada na última sexta-feira (20).

Segundo o documento, o mensageiro não excluirá nem suspenderá contas por causa das alterações do termo do serviço, que prevê o compartilhamento de dados com o Facebook. A nota foi assinada pelo Ministério Público Federal (MPF), a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacom) e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A plataforma pertencente ao Facebook também assumiu o compromisso de adotar, no mercado nacional, as mesmas práticas de transparências que já realiza na União Europeia. A atualização dos termos referentes ao WhatsApp Business e a divulgação de relatórios e demais documentos solicitados pela ANPD são outros pontos em destaque no acordo.

Os novos termos de privacidade do WhatsApp renderam muita polêmica.Os novos termos de privacidade do WhatsApp renderam muita polêmica.Fonte:  PxHere/Reprodução 

O mensageiro ainda se comprometeu a elaborar materiais educativos explicando sobre o uso seguro dos seus serviços e a resguardar os direitos assegurados aos usuários pela Lei Geral de Proteção dos Dados (LGPD). A companhia tem até o dia 31 de agosto para apresentar aos órgãos a comprovação da implementação de todas as providências acordadas.

WhatsApp comenta acordo

Em nota enviada ao TecMundo, o app de mensagens reforçou a sua disponibilidade em colaborar com as autoridades na realização dos ajustes em seus termos de privacidade. Confira o comunicado na íntegra:

O WhatsApp vê como positiva a oportunidade de esclarecer informações a respeito da atualização de sua política de privacidade e reitera que está em constante contato com os órgãos competentes. A empresa reforça sua disponibilidade para cooperação com as autoridades brasileiras e seguirá prestando as informações necessárias tanto para as autoridades quanto para seus usuários.