Windows 11 tem taxa de atualização dinâmica para poupar bateria

1 min de leitura
Imagem de: Windows 11 tem taxa de atualização dinâmica para poupar bateria
Imagem: Microsoft
Avatar do autor

A Microsoft liberou nesta segunda-feira (28) a primeira prévia do Windows 11 dentro da comunidade Windows Insiders. Algumas das novidades incluem o novo menu Iniciar, o Explorador de Arquivos totalmente repaginado, a interface de Configurações atualizada e widgets. No entanto, um recurso interessante acabou voando abaixo do radar no dia de chegada da prévia.

Entre as diversas compilações disponibilizadas no canal Dev — veja como baixar aqui —, um recurso inédito chamou a atenção dos usuários pela sua atualidade: a taxa de atualização dinâmica (DRR). A proposta do ajuste é melhorar a experiência de navegação e, ao mesmo tempo, garantir um uso mínimo de bateria.

O objetivo da nova taxa de atualização dinâmica é fazer com que o Windows 11 consiga alternar, de forma automática, entre uma taxa de atualização mais baixa e outra mais alta, dependendo da tarefa que você está executando em seu PC. A ideia é equilibrar o desempenho da máquina e também economizar energia.

Como irá funcionar a taxa de atualização dinâmica do Windows 11?

Fonte: Microsoft/DivulgaçãoFonte: Microsoft/DivulgaçãoFonte:  Microsoft 

Se você tem uma tela de 120 Hz, o dispositivo funcionará nessa taxa durante a rolagem de páginas e na execução de funções de desenho em aplicativos compatíveis. Porém, assim que você retornar para suas tarefas corriqueiras do dia a dia, como redigir um e-mail ou trabalhar no Word, a taxa de atualização da tela será reajustada automaticamente para 60 Hz, visando poupar bateria.

A DRR será acionada automaticamente quando você utilizar os seguintes aplicativos no Windows 11: Microsoft Office, Microsoft Edge, Microsoft Whiteboard, Microsoft Photos, Snip & Sketch, Drawboard PDF, Microsoft Sticky Notes, Adobe Acrobat, Adobe Illustrator, Microsoft To Do e Inkodo. A companhia também ressalta que os jogos rodando no sistema operacional não serão afetados pela mudança.

Logicamente, para que a "mágica" funcione, você terá que trabalhar com uma tela que suporte pelo menos 120 Hz, além de ter um driver gráfico (WDDM 3.0) instalado no computador.

Windows 11 tem taxa de atualização dinâmica para poupar bateria