WhatsApp vai reduzir recursos de quem não aceitar novos termos

1 min de leitura
Imagem de: WhatsApp vai reduzir recursos de quem não aceitar novos termos
Avatar do autor

O WhatsAppadiou uma vez as mudanças nos termos de privacidade pela má recepção da comunidade e confirmou que não vai excluir contas de quem se recusar a aceitar as novas regras de coleta de dados no mensageiro.

Entretanto, o aplicativo ainda vai restringir as funcionalidades dos usuários que ignorarem as mensagens sobre a atualização nos Termos de Serviço e a Política de Privacidade da empresa. Em uma postagem recente na central de perguntas e respostas, o aplicativo detalhou o que vai acontecer com esse grupo de usuários.

De pouco em pouco

"Você não poderá acessar sua lista de conversas, mas ainda poderá atender chamadas de voz e de vídeo. Se você já recebe as notificações do WhatsApp, você poderá tocar nelas para ler e responder a mensagens e para retornar chamadas de voz e de vídeo perdidas. Após algumas semanas do uso limitado dos recursos, você não poderá mais receber chamadas nem notificações, e o WhatsApp não enviará mais mensagens e chamadas para seu celular", diz o comunicado.

Em resumo, a pessoa que não concordar com os tempos vai aos poucos perder acesso a uma série de recursos e ter funções bastante limitadas, a ponto de tornar o app quase inutilizável.

Em nota enviada anteriormente ao TecMundo, um representante do WhatsApp reforçou que as notificações sobre as mudanças já são enviadas à comunidade faz tempo. Os lembretes devem ser reforçados nas próximas semanas para evitar que alguém saia prejudicado por falta de informação ou aviso.

WhatsApp vai reduzir recursos de quem não aceitar novos termos