Apple lança macOS Big Sur com interface renovada

2 min de leitura
Imagem de: Apple lança macOS Big Sur com interface renovada
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Equipe TecMundo

via nexperts

Durante a WWDC 2020, keynote da Apple realizada virtualmente nesta segunda (22) e transmitida ao mundo todo, foi revelado o novo sistema operacional para MacBooks: o macOS Big Sur. Inovando no design apresentado, segundo a empresa, trata-se da maior mudança desde o macOS 10 – trazendo elementos do iOS e unindo ainda mais as plataformas. Um dos destaques da conferência foi a compatibilidade com aplicativos de iPhones e iPads.

Infelizmente, a implementação do recurso acontecerá apenas em equipamentos que carreguem os chips recém-anunciados exclusivos da marca. Para instalar os apps – previstos para o fim do ano –, bastará acessar a Mac App Store, que exibirá as opções junto aos exclusivos para o macOS.

Aplicativos para iPhone e iPad serão compatíveis com sistema operacional.Aplicativos para iPhone e iPad serão compatíveis com sistema operacional.Fonte:  Apple 

Falando da aparência, tudo segue o padrão translúcido utilizado pelos SOs da Maçã. Quanto às funcionalidades, podem ser citados um centro de controle customizável, por meio do qual será possível ajustar brilho e acionar o modo “Não perturbe”, e um novo modo de notificações, que centralizará mensagens correlatas em um único local.

Aparência renovada

Aplicativos como Mail, Photos, Notes e iWork foram completamente redesenhados, e funções semelhantes às anunciadas para o iOS 14 também estarão presentes no macOS Big Sur, como as de organização de mensagens e stickers produzidos a partir de Memojis. Implementações realizadas no Maps, inclusive, não ficaram de fora.

Funções anunciadas para iOS 14 estarão presentes no macOS Big Sur.Funções anunciadas para iOS 14 estarão presentes no macOS Big Sur.Fonte:  Apple 

De acordo com a Apple, “toda a experiência será mais focada, nova e familiar, reduzindo a complexidade visual e colocando o conteúdo dos usuários em primeiro plano.” Por isso, nem os botões do dock escaparam de alterações, em um esforço da companhia para tornar seu ecossistema ainda mais consistente.

Navegador e mais

Uma grande mudança também chegou para o Safari, que promete ser 50% mais rápido que o Chrome e permitirá visualização de mais abas na tela, trazendo uma tela de início customizável, além de tradução automática nativa, capaz de lidar com sete idiomas.

Ao passar o mouse sobre uma guia, o usuário poderá visualizar a página em questão. Caso deseje fechar todas as que estiverem à direita da selecionada, basta clicar com o botão direito do mouse e selecionar a opção.

Apple promete que Safari será 50% mais rápido que o Google Chrome.Apple promete que Safari será 50% mais rápido que o Google Chrome.Fonte:  Apple 

Suporte a extensões construídas para outros navegadores faz parte do pacote, e será possível selecionar as páginas nas quais elas podem rodar – gerando relatórios com detalhes das ações realizadas por sites. Uma loja própria para esse tipo de conteúdo também estará disponível para o público.

Em relação à privacidade,  a loja de aplicativos do Big Sur incluirá os tipos de dados coletados pelas aplicações e se essas informações serão compartilhadas com terceiros.

Já desenvolvedores poderão aproveitar novos aplicativos Catalyst, utilizados para quem quer levar apps do iOS para o macOS Catalina de forma otimizada. Por fim, o SwiftUI recebeu atualizações, e será possível criar aplicativos versáteis para o ecossistema da Maçã, além de adicionar a eles funcionalidades customizadas para Mac, de acordo com empresa.

WWDC 2020

Confira os materiais publicados pelo TecMundo a respeito da conferência e fique por dentro de todas as novidades anunciadas pela Apple:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Apple lança macOS Big Sur com interface renovada