Windows 10: o que foi removido do sistema na atualização de maio?

1 min de leitura
Imagem de: Windows 10: o que foi removido do sistema na atualização de maio?
Imagem: Windows Latest/Reprodução
Avatar do autor

A atualização de maio de 2020 para o Windows 10 trouxe importantes novidades ao sistema operacional; mas quais foram as ferramentas removidas ou descontinuadas? Entre repaginadas e alterações preliminares em alguns produtos, a Microsoft redireciona o Windows para seus novos projetos.

Cortana como assistente de produtividade

Em março, rumores indicavam que a Microsoft passou a mencionar a Cortana como Microsoft 365 Assistant. A notícia apontava que a assistente virtual do sistema deixaria auxiliar o usuário em tarefas mais banais e de gerenciar ferramentas de casas inteligentes.

Coincidência ou não, a Cortana da atualização de maio recebeu cortes significativos nos seus recursos nativos e implementou as pesquisas rápidas — que é um ótimo meio para acessar conteúdo e notícias com agilidade.

a.  Gizmodo/Reprodução 

Sobre as remoções, a atualização recente não conta mais com o framework Companion Device — responsável por gerenciar dispositivos como a Microsoft Band. Com isso, a assistente também perde acesso a músicas; conexões com outros dispositivos inteligentes e acesso a outros ecossistemas de aparelhos.

O sumiço do “Mensagens” e de Planos de Celular

Desde a morte do Windows 10 Mobile, ambos os aplicativos acabaram caindo no esquecimento. O app de Mensagens e o Planos de Celular ocupavam um importante papel em dispositivos mobile; contudo, serão distribuídos de forma diferente. Agora, os apps serão removidos de dispositivos que não sejam celulares — ainda que os celulares compatíveis ainda possam utilizar o app.

Windows To Go e antigo Microsoft Edge

A solução da Microsoft para garantir portabilidade do Windows foi introduzida lá no Windows 8 e continuada no sistema mais recente. O Windows To Go permitia que você extraísse seu sistema em qualquer dispositivo USB com 32 GB de armazenamento e baixasse seus programas em qualquer outra máquina.

Desenvolvimento do antigo Edge será descontinuada para focar na nova versão.Desenvolvimento do antigo Edge será descontinuada para focar na nova versão.Fonte:  Microsoft/Divulgação 

Apesar da utilidade, a Microsoft optou por encerrá-lo na atualização de maio. Não há maiores explicações para a remoção na página oficial da companhia.

Por fim, como já era esperado, o Microsoft Edge não receberá mais novidades. Com a estreia da versão do navegador baseada no Chromium, a Microsoft está voltando sua equipe de desenvolvimento para a nova distribuição.

As demais remoções e substituições podem ser conferidas no site oficial da Microsoft.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Windows 10: o que foi removido do sistema na atualização de maio?