Pushbullet pode ser removido do Chrome por violação de normas

1 min de leitura
Imagem de: Pushbullet pode ser removido do Chrome por violação de normas
Imagem: Pushbullet/Divulgação
Avatar do autor

O aplicativo Pushbullet, conhecido por ter introduzido sincronização de mídia e notificações entre dispositivos, está enfrentando dificuldades para se adequar às políticas da Chrome Web Store. Em alerta enviado aos desenvolvedores, a Google ameaça retirar a extensão da sua loja sem maiores explicações — deixando o app com dias contados.

Na tarde dessa quarta-feira (13), a Google alertou os desenvolvedores do Pushbullet sobre supostas violações às regras de “Uso de Permissões”. Desprovidos de maiores detalhes, a equipe partiu para uma investigação e realizou ajustes na extensão para se adequar aos padrões da companhia — que mesmo assim não retirou a ameaça. Os desenvolvedores precisam se adequar à política da Google em até 7 dias, ou terão sua extensão removida da Chrome Web Store.

O Pushbullet é um aplicativo de sincronização de notificações, dados, contas e aplicativos entre aparelhos. Ele compartilha algumas características com recursos nativos da Google, Microsoft e Apple — tornando-o uma espécie de concorrente — mas cria seu próprio ecossistema, englobando aparelhos e sistemas de todas essas companhias.

a.  TecMundo 

Com o Pushbullet, qualquer um com smartphone é capaz de enviar seus links, mensagens de texto, visualizar notificações, gerenciar fotos pelo computador. Atualmente, aplicativos como o “Seu Telefone” (Microsoft) e o Google Chrome possuem recursos parecidos, mas com certas limitações.

Já no mercado há mais de 6 anos e acumulando mais de 1 milhão de usuários, o Pushbullet é avaliado com 4,5 estrelas na Chrome Web Store. Os desenvolvedores temem que a remoção impacte a reputação do aplicativo ou pior: que isso implique em seu encerramento.

No blog oficial do Pushbullet, um porta-voz da equipe descreve a atual situação da extensão e quais medidas tentaram tomar para se adequar às normas da Google. Além disso, eles explicam com detalhes a importância de cada uma das permissões solicitadas na extensão e no app para celular.

Ao fim da publicação, o autor revela que criou uma publicação no Reddit da Pushbullet e incentiva a discussão do tema, procurando por sugestões e dicas de outros desenvolvedores — além de feedback da própria comunidade.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Pushbullet pode ser removido do Chrome por violação de normas