Google quer desmascarar deepfakes com nova IA

1 min de leitura
Imagem de: Google quer desmascarar deepfakes com nova IA
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Deepfakes são um feito incrível de inteligência artificial, mas os maus usos da técnica se tornaram um problema, principalmente quando aplicadas para fins controversos, como pornografia e pronunciamentos falsos. A Google, como uma das empresas que se voltaram para desmascarar os vídeos, acaba de dar um bom passo em direção à solução.

A ideia da Gigante das Buscas tem conceito simples: entender como os vídeos se comportam, replicando-os inúmeras vezes e depois destrinchá-los para descobrir os indícios de uma falsificação.

Para fazer essa engenharia reversa, a Google abriu um projeto e contratou diversos atores e atrizes para preencher um banco de dados com vídeos utilizando deepfakes e treinar uma IA para desvendá-los em qualquer caso.

deepfakeDeepfakes poderão ser identificadas com nova IA da Google

A Google conta com a ajuda da FaceForensics, companhia canadense responsável pela criação de softwares de reconhecimento facial renomados na américa do norte e de uma equipe da universidade Federico II, em Nápoles.

O objetivo da Google é claro. Visa principalmente combater fakenews. Em tempos de proliferação rápida de notícias, sejam elas verdadeiras ou não, é importante ter métodos eficientes para desmentir vídeos praticamente perfeitos, como são os resultados dos deepfakes.

Por fim, cabe a nós torcer para que essa solução já esteja pronta para momentos de tensão nas próximas eleições. Afinal, notícias falsas nada acrescentam além de dificultar a disseminação de notícias verdadeiras e construtivas.

deepfakeTroca de faces via software pode ser um perigo

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Google quer desmascarar deepfakes com nova IA