Se você gosta de música, já deve ter percebido que as suas canções favoritas são, basicamente, uma bela mistura de vários elementos: os vocais, os instrumentos de fundo, efeitos que os artistas escolhem... São tantos que ficaria até difícil separar, digamos, um instrumento dos demais que estão na música, certo?

Os pesquisadores do Laboratório de Ciência Computacional e Inteligência Artificial do MIT acham que não. Recentemente, eles desenvolveram um aplicativo que possui um recurso interessante: trata-se de um programa que separa os instrumentos da performance de algum vídeo, de um jeito bem simples  e, claro, sem precisar esperar horas de processamento com a ajuda de um engenheiro de som.

Para criar o app, eles utilizaram uma rede neural de aprendizado profundo, treinada com mais de 60 horas de vídeo com artistas tocando os mais diversos instrumentos. Assim, o software se tornou capaz de identificar mais de 20 instrumentos diferentes sem que ninguém mostre quais são eles e, em seguida, isolar automaticamente o áudio do vídeo. Tudo de que o app precisa é que o usuário selecione o instrumento que quer ouvir.

Segundo os pesquisadores do projeto, o software vai continuar sendo desenvolvido e aprimorado, o que permitirá diferenciar instrumentos da mesma família. Assim, seria viável aumentar ou diminuir o som de instrumentos específicos de canções finalizadas há anos. Além disso, estudantes de Música poderiam utilizar a ferramenta para estudar melhor a parte que querem tocar.

Deu para ter uma ideia do potencial da ferramenta, né? Pois é, seria bem bacana ter um aplicativo desses para criar remixes variados, mas é provavelmente por isso mesmo que eles não querem promover a novidade — pelo menos não por enquanto.