A AppBugs, uma companhia especializada em segurança digital, publicou um relatório alarmante sobre muitos aplicativos populares que estão disponíveis para download no Google Play e na App Store, da Apple.

A empresa analisou aplicativos com pelo menos 1 milhão de downloads e descobriu que, dos 100 programas testados, pelo menos 53 eram vulneráveis a ataques de força bruta. O problema acontece nas telas de login/acesso, já que os apps não têm nenhuma restrição no número de tentativas frustradas que podem ser feitas.

Isso significa que um programa especializado munido de um banco de senhas poderia ficar algumas horas tentando adivinhar o password de uma conta em especial. O método, obviamente, não é muito elegante, mas ele realmente funciona, visto que muitas pessoas cadastram senhas simples e previsíveis.

Pelo menos por enquanto, a AppBugs revelou somente o nome de 15 apps vulneráveis, como Kobo, Walmart, CNN, Wunderlist: To-Do List & Tasks entre outros. Entretanto, a lista completa de programas deve ser liberada nos próximos 30 dias. Para conferir os programas afetados e o relatório completo, acesse o site oficial da AppBugs.

Cupons de desconto TecMundo: