(Fonte da imagem: Reprodução/Target)

No início do mês de janeiro o Tecmundo noticiou um ataque hacker feito à rede varejista Target que resultou no vazamento de dados de pelo menos 100 milhões de cartões de crédito. A novidade agora é que um jornalista especializado em segurança descobriu que um servidor brasileiro era utilizado para recepção desses dados.

A informação foi veiculada nesta semana por Brian Krebs no site KrebsOnSecurity. O sistema brasileiro dividia a tarefa de recepção com outros dois servidores, um localizado em Miami e o outro na Rússia. O roubo dos dados foi possível graças à instalação de um software espião nos computadores disponibilizados em pontos de venda.

De acordo com Krebs, o Brasil já teria recebido uma solicitação de auxílio nas investigações. Essa informação, entretanto, não foi confirmada pelo Ministério da Justiça, que não se pronuncia sobre casos concretos, protegidos por segredo de justiça.

Os investigadores apuraram ainda que os hackers conseguiram acessar o sistema da Target por meio da empresa Fazio, companhia que trabalha com serviços de refrigeração. O presidente da Fazio, Ross Fazio, confirmou que sua empresa recebeu a visita de agentes do serviço secreto norte-americano, mas não revelou detalhes.

Cupons de desconto TecMundo: