Grindr é multado por compartilhar dados de usuários sem autorização

1 min de leitura
Imagem de: Grindr é multado por compartilhar dados de usuários sem autorização
Imagem: Grindr
Avatar do autor

A plataforma de relacionamentos Grindr foi multada em 6,3 milhões de euros — cerca de R$ 40,5 milhões em conversão direta de moeda — por compartilhar dados de usuários sem a devida autorização.

A decisão ocorreu na Noruega, graças a uma investigação do Datatilsynet, que é o órgão regulador local. Em janeiro deste ano, quando o processo foi iniciado com base nas leis europeias de proteção de dados da GDPR, a multa era ainda maior. Ela chegava a 10 milhões de euros, mas o valor foi revisado para ser mais proporcional à receita da companhia.

De acordo com a denúncia, detalhes como localização via GPS, endereço de IP, idade e gênero dos usuários eram coletados e compartilhados com terceiros sem o consentimento prévio e válido da comunidade. No caso relatado, a pessoa precisava concordar com os termos de uso para acessar o aplicativo, sem optar por não fazer parte da coleta. Meses antes da denúncia, o app ainda foi denunciado por falhas graves de segurança.

O que diz o Grindr

Em comunicado, a plataforma discorda da decisão e avisou que vai recorrer. "Nós fortemente discordamos da argumentação da Datatilsynet, com preocupação histórica de práticas de consentimento de cinco anos atrás, não as nossas atuais políticas de privacidade", diz a empresa.

"Mesmo que a Datatilsynet tenha baixado a multa comparada à carta anterior, ela se apoia em uma série de descobertas com falhas, apresentando perspectivas legais não testadas. A multa proposta é, portanto, ainda fora de proporção com essas descobertas errôneas", conclui a companhia.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.