EUA oferecem até US$ 10 milhões para quem der pistas sobre hackers

1 min de leitura
Imagem de: EUA oferecem até US$ 10 milhões para quem der pistas sobre hackers
Imagem: Freepik
Avatar do autor

O governo dos Estados Unidos está oferecendo uma recompensa que pode chegar a US$ 10 milhões para quem fornecer informações que levem à identificação ou localização de pessoas envolvidas em ataques cibernéticos. A gratificação anunciada nesta quinta-feira (15) equivale a R$ 51 milhões pela cotação do dia.

A recompensa faz parte do programa Rewards for Justice, do Departamento de Estado dos EUA, que busca pistas sobre os responsáveis por atividades cibernéticas maliciosas contra a infraestrutura crítica do país. O órgão enfatiza que esses criminosos estariam agindo “sob a direção ou o controle de um governo estrangeiro”.

Essa iniciativa tenta conter, principalmente, o crescimento dos ataques de ransomware visto nos últimos meses, como a campanha direcionada à empresa Kaseya, afetando mais de 1,5 mil companhias. Segundo a administração de Joe Biden, tais ações são organizadas por grupos de cibercriminosos da Rússia.

As pistas serão recebidas pelas autoridades na dark web.As pistas serão recebidas pelas autoridades na dark web.Fonte:  Unsplash 

Um canal de denúncias na dark web foi criado pelo Departamento para receber os relatos de quem possui pistas dos criminosos virtuais. De acordo com as autoridades, o mecanismo garante a segurança das fontes e possui parcerias com agências para o processamento rápido das informações e o pagamento das recompensas, que pode ser feito em criptomoedas.

Prevenção de novos ataques

Além da criação deste sistema de delação de cibercriminosos, o governo investiu em mais medidas para prevenir e combater os ataques online. Uma delas envolve bancos, agências governamentais e empresas de tecnologia, que vão trabalhar com o Departamento do Tesouro para agir contra a lavagem de dinheiro com bitcoin e outras moedas digitais.

O objetivo é rastrear de forma rápida os pagamentos feitos para o resgate de dados sequestrados por ransomware, normalmente pagos em dinheiro digital. E para evitar que mais vítimas sejam feitas nessas campanhas, também está sendo lançado o site StopRansomware.gov, com dicas de segurança para pessoas e empresas.

EUA oferecem até US$ 10 milhões para quem der pistas sobre hackers