Android pode coletar 20 vezes mais dados que iOS, revela estudo

1 min de leitura
Imagem de: Android pode coletar 20 vezes mais dados que iOS, revela estudo
Imagem: Fan Studio/Reprodução
Avatar do autor

Um estudo descobriu que celulares Android coletam cerca de 20 vezes mais dados dos usuários do que os iPhones. A pesquisa foi realizada por Doug Leith, professor da Trinity College em Dublin, na Irlanda.

Mesmo inativos, os aparelhos enviam continuamente informações para a Google e a Apple. A coleta dos dados varia de simplesmente inserir o cartão SIM em um smartphone até interagir com o hardware e os apps.

Google reúne até 1,3 TB de dados de usuários do Android nos EUA.Google reúne até 1,3 TB de dados de usuários do Android nos EUA.Fonte:  Medium/Reprodução 

O estudo indica que o Android envia cerca de 1 MB de dados na inicialização do aparelho, enquanto o iOS envia 42 KB. Então, o sistema operacional da Google envia outro 1 MB a cada 12 horas em estado inativo, enquanto o da Apple atinge 52 KB.

Outro detalhe surpreendente é que se estima que a Google reúna 1,3 TB de dados dos seus usuários a cada 12 horas, somente nos Estados Unidos. Do outro lado, o iOS armazena 5,8 GB no mesmo período.

Para realizar a medição, foi utilizado um Google Pixel 2 com Android 10 e um iPhone não identificado com iOS 13. Para monitorar as coletas de dados, os aparelhos tiveram suas conexões de rede desbloqueadas.

Por fim, as informações coletadas por ambos os sistemas são referentes ao IMEI, número de série do celular, número do telefone e IDs dos dispositivos. Entretanto, o Android capta também detalhes da localização e endereço de IP.

Quadro com o resumo de dados coletados quando o usuário não está conectado.Quadro com o resumo de dados coletados quando o usuário não está conectado.Fonte:  Douglas Leith/Divulgação 

Resposta da Google

A Google se pronunciou sobre o tema através de um porta-voz e disse que a coleta de dados é uma funcionalidade básica de qualquer dispositivo. Isso garante que softwares como iOS e Android estejam sempre atualizados e funcionando com eficiência.

Contudo, a gigante da tecnologia apontou falhas no experimento e que as informações estão erradas por uma ordem de grandeza. Além disso, ela compartilhou essa preocupação com o pesquisador antes da publicação do artigo.

Android pode coletar 20 vezes mais dados que iOS, revela estudo