IMEI: aprenda a bloquear o aparelho celular em caso de roubo

3 min de leitura
Imagem de: IMEI: aprenda a bloquear o aparelho celular em caso de roubo
Avatar do autor

Os telefones portáteis conquistaram muitos adeptos, hoje são quase da família e guardam muitos dos nossos segredos. Objetos desejados e caros não despertam a atenção apenas dos fãs de novas tecnologias; ladrões também estão de olho no que você carrega no bolso. Falando em números, você sabe quantos aparelhos são roubados no Brasil todos os anos? Mais de 1 milhão.

Obviamente, o número deve ser muito maior, pois esse valor corresponde ao número de furtos que foram registrados nas delegacias do país. Mas hoje você vai conhecer mais uma arma na luta contra o roubo de celulares: o bloqueio do IMEI. Realizar esse tipo de ação não permite que o espertinho que roubou seu celular o use, venda ou troque.

GSM e o problema

A implantação da tecnologia GSM por todas as operadoras do país permitiu mais opções na hora de escolher uma provedora de serviços para celulares. E ninguém duvida que trocar de celular ou utilizar um roubado ficou muito mais fácil depois da mudança, pois basta trocar o chip para continuar usando o aparelho sem restrições.

IMEI e a solução

Ao usar um celular GSM, o dono do número pode bloqueá-lo e evitar que seja utilizado em operações ilícitas. Basta entrar em contato com a operadora e solicitar o bloqueio do chip.

Para inibir o roubo de celulares, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Ministério da Justiça e operadoras do país pretendem assinar um acordo que permite o bloqueio total do dispositivo pelo IMEI, que quer dizer International Mobile Equipment Identity (Identificação Internacional de Equipamento Móvel) e permite que cada aparelho tenha um número único, como se fosse um chassi de carro ou código de série.

Localização do IMEI

O IMEI pode ser encontrado na caixa do aparelho, no espaço destinado à bateria ou digitando *#06# no celular. Todo dispositivo habilitado tem seu IMEI registrado em um banco de dados chamado Registro de Identidade de Equipamentos (EIR).

Quando um IMEI é bloqueado, as funções que dependem da operadora, como ligações e conexão com a internet, ficam indisponíveis. Com isso, o aparelho perde completamente a utilidade, pois quem vai querer um celular para usar apenas como agenda ou despertador?

Como bloquear o IMEI

Bloquear o IMEI é a única garantia que você tem de que o ladrão não vai usar seu celular nem tirar proveito de uma coisa que é sua. Para evitar transtornos, sempre mantenha o IMEI em um lugar seguro. Se você não tem a caixa, anote o número e guarde-o em casa; dessa forma, se algo acontecer, você tem o que precisa para solicitar o bloqueio.

1. Faça um Boletim de Ocorrência

Se o aparelho foi furtado ou você o perdeu, a primeira coisa a fazer (sempre) é ir até uma delegacia e solicitar um Boletim de Ocorrência. Em alguns casos, ele é obrigatório para o bloqueio do IMEI, que é o segundo passo. É possível solicitá-lo pela internet:

  • Região Sul

Rio Grande do SulSanta Catarina e Paraná

  • Região Sudeste

Rio de JaneiroMinas GeraisSão Paulo e Espírito Santo

  • Região Centro-Oeste

GoiásDistrito FederalMato Grosso e Mato Grosso do Sul

  • Região Nordeste

BahiaParaíbaAlagoasSergipePiauíMaranhãoCearáPernambucoTocantins e Rio Grande do Norte

  • Região Norte

RondôniaAmapáParáAmazonas e Acre. Roraima não oferece o serviço.

Mesmo que a possibilidade de recuperação do aparelho seja pequena, sempre faça um BO, pois com ele em mãos é possível provar que o celular não estava com você se ele for usado em algo ilícito. Além disso, as autoridades podem saber exatamente o número de telefones roubados e tomar medidas para evitar mais furtos.

2. Converse com a operadora

Com o BO em mãos, entre em contato com sua operadora e solicite o bloqueio do IMEI e do chip. Em alguns casos, o atendente solicitará a cópia do BO por fax ou e-mail.

Fica a dica

Quando perder ou tiver o celular roubado, sempre (sempre mesmo!) faça um BO. Além disso, bloquear o aparelho é indispensável, pois quanto mais pessoas fizerem isso, menos visados serão os telefones.

Se todas as pessoas seguirem esses passos, roubar celulares perde o sentido, tendo em vista que eles não podem mais ser usados. Exceto no caso de comércio ilegal de peças, um telefone que não realiza chamadas não passa de um gadget inútil.

IMEI: aprenda a bloquear o aparelho celular em caso de roubo