Google apaga apps que espionam namorada e criança da Play Store

2 min de leitura
Imagem de: Google apaga apps que espionam namorada e criança da Play Store
Avatar do autor

Os aplicativos conhecidos como ‘stalkerware’ são voltados ao rastreio de usuários. Isso pode acontecer de maneira legítima, sem ‘maracutaia’, com o aplicativo visível para os usuários; ou de maneira ilegítima, com o app sendo instalado no seu celular por um terceiro — e ainda ficar escondido de você no celular, sem lhe entregar a chance da desinstalação.

Na última quarta-feira (17), o Google apagou quatro aplicativos stalkerware que estavam presentes na Play Store e contabilizam cerca de 130 mil downloads em celulares. As aplicações foram indicadas pela equipe de pesquisadores da Avast que ainda notaram a possibilidade de uma única desenvolvedora russa estar por trás dos quatro apps.

Histórico de chamadas feitas/recebidas, mensagens SMS trocadas e localização GPS do aparelho

Como funcionam o modus operandi dos stalkerwares: um atacante baixa o aplicativo, se registra, insere o número da vítima que pretende espionar e recebe um código. Depois disso, com o código em mãos, o atacante pega o celular da vítima, instala o mesmo aplicativo e insere o código recebido anteriormente. Dessa maneira, o celular da vítima começa a transmitir informações como histórico de chamadas feitas/recebidas, mensagens SMS trocadas e localização GPS do aparelho — vítimas que tenham o celular rooteado ainda podem sofrer o vazamento de mensagens do WhatsApp ao atacante, por exemplo, diz a Avast.

Outro ponto crítico: o aplicativo stalkerware, no celular da vítima, fica escondido. Ele não possui ícone visível, por isso, a vítima acaba sendo monitorada sem saber o que está acontecendo.

appsStalkerwares

Quem usa

Normalmente, apps stalkerwares são utilizados por pais que querem controlar a vida de suas crianças ou empresas que colocam o software em celulares funcionais. Mesmo assim, pessoas que se encontram em relacionamentos abusivos também acabam virando vítimas desse controle virtual, na maioria das vezes, sem saber.

Pessoas que se encontram em relacionamentos abusivos também acabam virando vítimas desse controle virtual

Segundo Nikolaos Chrysaidos, da Avast, “os apps são altamente antiéticos e problemáticos para a privacidade das pessoas. Eles não deveriam estar na Google Play Store, visto que promovem comportamento criminoso e podem ser abusados por empregadores, stalkers ou parceiros abusivos para espionar suas vítimas”.

Os apps removidos da Play Store são os seguintes: Spy Tracker, SMS Tracker, Employee Work Spy e Spy Kids Tracker. Mesmo assim, uma busca na Play Store ainda indica a presença de outros apps que podem ser usados como localizadores.

Para checar os apps instalados no seu celular, sempre use: Configurações -> Aplicativos. Não deixe seu celular desbloqueado na mão de terceiros.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Google apaga apps que espionam namorada e criança da Play Store