Imagem de: Governo do Brasil pediu dados de milhares de iPhones para a Apple

Governo do Brasil pediu dados de milhares de iPhones para a Apple

1 min de leitura
Avatar do autor

O governo brasileiro, entre julho e dezembro de 2018, fez 491 requisições de acesso à dados de 5.675 iPhones para a Apple, segundo informações do Relatório de Transparência notados pela MacMagazine. Os motivos dos pedidos são variados, normalmente, envolvem investigações policiais sobre aparelhos utilizados em fraudes e esquemas financeiros.

Entre todas as 491 requisições feitas pelo governo brasileiro, a Apple atendeu 367 pedidos, cerca de 75%. No caso, eram investigações sob suspeitas de fraudes; entre os pedidos, quatro eram sobre identificadores financeiros e três em caráter de emergência.

A fraude financeira é o principal alvo dos pedidos

“Publicamos um Relatório de Transparência duas vezes ao ano, divulgando o número de solicitações governamentais de dados de clientes que a Apple recebe globalmente”, diz a Apple. “Entidades governamentais e privadas devem seguir as leis e estatutos aplicáveis ao solicitar informações e dados do cliente da Apple”.

O Relatório da Transparência pode ser acessado por qualquer usuário e traz dados completos de pedidos realizados por diversos países. Em breve, a Apple pretende entregar mais detalhes também sobre pedidos de remoção de aplicativos na App Store.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Governo do Brasil pediu dados de milhares de iPhones para a Apple