A Apple deu um passo extra quando falamos sobre cibersegurança e desenvolveu o botão ‘Sign in with Apple’: ele vai funcionar de maneira similar aos botões de login encontrados em sites, como o “Entrar com Google” ou “Logar com Facebook”. O botão da Maçã promete ser melhor ao criptografar dados de usuários e criar contas únicas para cada login — dessa maneira, informações pessoais não serão repassadas para sites.

Mas, exatamente, como vai funcionar essa diferença entre o novo botão da Apple e os outros, do Facebook, Google e Twitter, já estabelecidos? O pessoal do GizUS demonstrou em mais detalhes, mas basicamente, um ponto faz toda a diferença: o SSO.

Com o “Sign in with Apple”, o SSO funciona de maneira diferente

O “single sign-on" (SSO) é simplesmente é aquele processo de login que já puxa todas as suas informações de maneira automática. Ou seja, você não precisa fazer um registro novo toda a vez que fará um login; o site puxa automaticamente os seus dados pelos botões Google, Facebook e Twitter. Normalmente, email, nome e foto são repassados nesse processo.

Com o “Sign in with Apple”, o SSO funciona de maneira diferente: a Apple criará uma identidade nova, única, exclusiva e criptografada para cada login diferente. Isso significa que os sites não conseguirão recolher os dados pessoais do usuário.

Ao criar essa separação, sites terceiros que utilizam botões, caso sofram ataques hacker ou vazamentos, não afetarão usuários Apple. Isso poderia prevenir até o escândalo Cambridge Analytica x Facebook.

Cupons de desconto TecMundo: