Oferecer premiações em dinheiro para usuários que descobrem falhas de segurança em seus produtos é uma prática comum entre empresas de tecnologia. No caso do Facebook, a empresa anunciou uma novidade no seu programa para premiar também quem descobrir problemas em sites ou aplicativos que utilizam a rede social como forma de login.

Permitir que o Facebook seja utilizado como forma de acesso a esses serviços é uma prática recorrente nessa indústria, pois facilita a criação de contas por parte dos usuários. Em abril, logo após o escândalo envolvendo a rede social e a Cambridge Analytica, isso acabou virando uma dor de cabeça para o Tinder, que parou de funcionar após uma mudança nas regras de acesso aos dados promovida pelo Facebook.

O objetivo é impedir que aplicativos de terceiros vazem os chamados tokens de acesso, “uma cadeia de caracteres opaca que identifica um usuário, aplicativo ou Página”, como explica a própria rede social. Tokens do usuário são uma forma de identificação do seu perfil no Facebook e, caso sejam obtidos indevidamente, podem entregar informações da sua conta para pessoas que não deveriam ter acesso a elas.

A nova premiação oferece um mínimo de US$ 500 para quem descobrir um site ou aplicativo com falhas de segurança que permitam a obtenção do token. Um detalhe importante é que o foco dessa ação é em erros técnicos e não nos serviços que podem potencialmente vender essas informações para outras companhias, algo que não é permitido pelos termos de uso do Facebook.

Cupons de desconto TecMundo: