Um especialista em segurança de dados revelou uma vulnerabilidade grave no sistema de painéis solares de geração de energia elétrica que poderia causar problemas sérios no abastecimento de eletricidade de diversas regiões da Europa.

A denúncia foi feita por meio da publicação holandesa Volkskrant, que recebeu as informações do especialista em segurança – também holandês – Willem Westerhof. Segundo ele, o problema estaria localizado em uma parte específica dos painéis solares, o inversor, que transforma a corrente contínua gerada em corrente alternada.

Milhares de painéis solares que funcionam com Internet das Coisas podem ser acessados e ter essa vulnerabilidade explorada por hackers

O especialista afirmou que milhares de painéis solares que funcionam com Internet das Coisas podem ser acessados e ter essa vulnerabilidade explorada por hackers. Tendo acesso ao inversor dos dispositivos de geração de energia, invasores mal-intencionados poderiam ativá-los simultaneamente, gerando uma sobrecarga no sistema de alimentação elétrica que derrubaria as redes em muitos lugares da Europa.

Alta tensão

Para se ter uma ideia do tamanho do problema, vale lembrar que em 2006, uma linha de alta voltagem na Alemanha foi desconectada e cidades como Paris e Madrid ficaram horas sem energia elétrica. Essa rede lidava com cerca de 5 gigawatts. Levando em conta que a vulnerabilidade descoberta por Westerhof é responsável por cerca de 15 gigawatts, o problema atual pode ser três vezes pior que o de 11 anos atrás.

Além da publicação feita pelo site holandês, Willem Westerhof colocou no ar uma página explicando com detalhes a vulnerabilidade e como ela pode afetar o abastecimento de energia elétrica na Europa. Chamado Horus Scenario, o site pode ser acessado clicando neste link.

Cupons de desconto TecMundo: