Grande parte disso que é considerado malware trata-se, na verdade, de adware, anúncios que são exibidos em diversos programas ou websites

A McAfee, especialista em segurança digital, revelou em um relatório que a quantidade de malwares feitos para atacar computadores com sistema operacional macOS cresceu 53% apenas nos três primeiros meses do ano. Isso é o equivalente a cerca de 700 mil ataques nos sistemas da Apple no primeiro semestre de 2017.

Ainda assim, o número total de malwares é infinitamente menor do que aqueles que atacam outros sistemas operacionais, como o Windows. A Apple não se mostra tão preocupada também, pois entende que grande parte disso que é considerado malware trata-se, na verdade, de adware, anúncios que são exibidos em diversos programas ou websites e que, apesar de chatos, não oferecem risco para o computador.

Mesmo assim, a empresa vem trabalhando sempre em atualizações de segurança para evitar que seus usuários sejam prejudicados por aplicações mal-intencionadas. Confira o relatório completo (em inglês) neste link.

Cupons de desconto TecMundo: