Através de um comunicado enviado hoje (6) à imprensa especializada, a ESET, famosa provedora de soluções antivírus, alertou os internautas brasileiros sobre uma falsa campanha que circula no WhatsApp e que já fez nada menos do que 1,5 milhão de vítimas ao redor do mundo, sendo que quase todos os afetados — 1,2 milhão — são cidadãos brasileiros.

O golpe engana o internauta oferecendo um recurso milagroso para o mensageiro: um tal de “Visualizador de conversa”, funcionalidade secreta que, ao ser desbloqueada, lhe permitiria ver com quem seus amigos estão conversando. Porém, para realizar o desbloqueio, seria necessário informar o seu número de telefone completo com DDD e compartilhar um link pelo próprio WhatsApp para todos os seus contatos.

Golpe afetou sobretudo os internautas brasileiros

Obviamente, o recurso não existe, e, ao informar o seu número de telefone, o usuário estará na verdade contratando um serviço de SMS Premium, com mensagens de texto cobradas de seus créditos. De acordo com a ESET, a campanha criminosa teve início no dia 18 de novembro. “Sempre recomendamos que os usuários fiquem atentos ao receber links suspeitos e instalem soluções proativas de segurança em seus dispositivos”, afirma Camillo Di Jorge, presidente da companhia para o Brasil.

Cupons de desconto TecMundo: