O presidente dos EUA Barack Obama falou com a imprensa durante o G-20, o fórum internacional que reúne 19 países (entre eles Brasil, Estados Unidos e Reino Unido) e a União Europeia, que acontece esse ano na China, e tratou de um assunto ainda bastante delicado na diplomacia entre os EUA e Rússia: uma possível “corrida armamentista” cibernética.

Obama afirmou que “o mundo está rumando para uma nova era onde diversos países possuem grandes habilidades” e não deixou de afirmar que “os Estados Unidos possuem uma habilidade ainda maior do que os outros, tanto ofensiva quanto defensivamente”.

Abafando o clima de Guerra Fria

Os comentários de Obama foram feitos após Vladimir Putin, presidente da Rússia, ter afirmado que seu país não teria nenhuma ligação aos ataques cibernéticos que invadiram contas de email do Comitê Nacional Democrata, o órgão que governa o Partido Democrata norte-americano, do qual Obama faz parte.

Em sua declaração, Obama insistiu que certas normas devem ser criadas para que todos passem a agir de forma responsável no que diz respeito a ataques cibernéticos. O presidente também afirmou: “Vamos ter problemas o suficiente com indivíduos não ligados a Estados que estão ligados a roubos e usando a internet para todo tipo de prática ilegal. A situação não pode ser tornar como no Velho Oeste, onde países com habilidades significantes em ciberataques iniciem competições injustas ou quaisquer conflitos desse tipo”.

O vídeo a seguir mostra a declaração completa, registrada pela Bloomberg, em inglês.

Cupons de desconto TecMundo: