Enquanto empresas como a Apple tentam explorar uma fatia do mercado de saúde, mas ainda não conseguem fazer isso de forma muito relevante, outras empresas se aproveitam de gadgets como o iPhone para criar projetos próprios. Um exemplo disso é o projeto desenvolvido peal Universidade Estadual de Washington (WSU) que mostra o potencial de ser um verdadeiro laboratório portátil.

Criado com a liderança do professor-assistente Lei Li, um pequeno gadget conectado a um smartphone é capaz de analisar até 8 amostras de forma simultânea. O que mais surpreende no dispositivo, no entanto, é a sua capacidade de detectar diferentes tipos de câncer com 99% de precisão.

O gadget já está pronto para uso em situações reais

O laboratório portátil usa um espectrômetro e é capaz de detectar a interleucina 6 (IL-6), um marcador biológico que pode estar relacionado a cânceres no pulmão, fígado, de mama ou epitelial. Além de ser útil em hospitais e clínicas, a solução desenvolvida pela equipe de Lin poderá ser usada em locais remotos que não dispõem da aparelhagem encontrada em grandes centros urbanos.

Embora outros espectrômetros adaptados a smartphones existam, a capacidade de analisar até 8 amostras de uma só vez é o grande diferencial da solução criada pela equipe. Inicialmente usado em ambientes de laboratório controlados, o acessório já está sendo usado em situações reais — a versão produzida até o momento é adaptada ao iPhone 5, mas já há planos de criar um modelo que funciona com qualquer aparelho da categoria.

Cupons de desconto TecMundo: