A Samsung vem investindo pesado em tecnologias voltadas a inteligência artificial, realidade aumentada e assistente pessoal. De acordo com fontes, a gigante sul-coreana planeja destinar US$ 1 bilhão em aquisições de empresas proprietárias dessas soluções. O objetivo de todo esse esforço? Beneficiar a linha de smartphones da companhia.

As últimas notícias vinculadas sobre a gigante sul-coreana já apresentavam indícios dessa tendência: desde a recente divulgação do relatório de rendimentos do quarto trimestre de 2016 até a compra da startup dos mesmos criadores da assistente Siri, da Apple. Apesar dessas aquisições, a administração da fabricante de eletrônicos determinou que mais investimentos precisam ser feitos no campo da inteligência artificial.

Monitorless - wearable de empresa comprada pela Samsung

Analistas do The Investor apresentaram um relatório verificando as aquisições do ano passado e, somando isso aos novos dados fornecidos por um funcionário de dentro da própria empresa (de forma anônima, é claro), tudo reforça o alinhamento estratégico. Acredita-se que o fundo de investimentos será vinculado ao C-Lab – incubadora de tecnologia da Samsung.

Naturalmente, um montante de dinheiro dessa proporção não fica só nos smartphones; a tendência seria disponibilizar os avanços nos demais produtos, como tablets, computadores, televisores e eletrodomésticos. Parte dessas ramificações poderão ser conferidas em breve na Mobile World Congress (MWC) deste ano, como os óculos de realidade aumentada “Monitorless”.

Cupons de desconto TecMundo: