Depois de um desastroso lançamento que resultou em um gigantesco recall, não deve ser surpresa para ninguém descobrir que a Samsung preferiu ser um pouco mais cautelosa com as novas baterias no phablet. Segundo um relatório trazido pelo The Korea Herald, a gigante sul-coreana desistiu de usar as promissoras baterias fabricadas pela Samsung SDI, ao menos por enquanto.

“Como prosseguimento do problema da bateria, nós decidimos parar temporariamente de usar a bateria da Samsung SDI para o Galaxy Note 7” informou a Samsung, segundo reportado por diversas mídias sul-coreanas. O objetivo, como você já deve imaginar, é conseguir evitar mais casos de falhas no hardware – que já são muitas, como várias pessoas estão sabendo.

Embora a companhia não aponte uma substituta oficial, o trabalho provavelmente vai ficar nas mãos da fabricante chinesa ATL, que já fornecia 30% das baterias usadas no phablet. E por que não temer acidentes mesmo assim? Porque a região para a qual ela forneceu seus componentes (a região da China) foi a única que não relatou incidentes ou foi parte do recall.

Seja como for, o que importa é que, mesmo conseguindo corrigir as falhas e ter suprimento suficiente para poder devolver o Galaxy Note 7 às lojas, a Samsung, ainda deve ter um prejuízo estimado em um bilhão de dólares – e isso sem falar do receio do público em dar uma nova chance para o phablet.

Cupons de desconto TecMundo: