Diante das dezenas de casos do Galaxy Note 7 que explodiram e pegaram fogo por causa da bateria, a Samsung resolveu tomar uma medida drástica: fazer o recall do smartphone e suspender a venda de novas unidades para os consumidores até que o problema seja resolvido.

A posição definitiva foi assumida há poucas horas através de um comunicado oficial da própria empresa. De acordo com o texto, até o momento, 35 casos a nível global foram detectados, o que forçou a empresa a colocar em prática uma investigação para ver qual era o problema com a bateria do Galaxy Note 7.

Perda de valor

Por conta desses casos, calcula-se que a empresa tenha perdido US$ 7 bilhões (aproximadamente R$ 22,7 bilhões) em valor de mercado. Esse é um golpe gigantesco para a Samsung, especialmente se considerarmos que a divisão de dispositivos móveis foi responsável por 54% dos lucros operacionais da empresa nos seis primeiros meses.

Calcula-se que a empresa tenha perdido US$ 7 bilhões em valor de mercado

Embora a Samsung já tenha alegado ter encontrado a origem do problema – um lote de baterias defeituosas enviada por uma das fornecedoras –, o estrago já foi realizado. Tudo tende a ser ainda pior se considerarmos que a Apple em breve anunciará o iPhone 7 e o iPhone 7 Plus, os principais concorrentes do Galaxy Note 7 e outros smartphones da Samsung.

Dezenas de casos

Se antes pelo menos dois casos de unidades do Galaxy Note 7 explodindo já haviam sido confirmados, agora temos dezenas e que estão espalhados em diversas partes do mundo. O vídeo abaixo é de um usuário que passou por essa situação. De acordo com ele, o smartphone estava sendo carregado com o cabo original da fabricante, o que não justificaria erros oriundos de acessórios de terceiros.

35 casos a nível global foram detectados

Além disso, diversas fotos e relatos já começam a se espalhar e provavelmente muitos outros casos ainda apareceram por aí. Por enquanto, parece que ninguém se machucou gravemente por causa de um Galaxy Note 7 explodindo ou pegando fogo.

Recall e suspensão

Por causa desses casos, a Samsung comunicou que vai fazer um recall de todos as unidades do Galaxy Note 7 para verificar se o dispositivo está equipado com uma bateria do lote problemático. A empresa solicita que os clientes levem o smartphone para a loja em que o aparelho foi comprado ou a um dos Centros de Assistência da marca. A empresa também suspendeu a venda de novos unidades do aparelho para as próximas semanas.

A Samsung comunicou que vai fazer um recall de todos as unidades do Galaxy Note 7

A empresa reconhece o inconveniente e garante que vai se esforçar ao máximo para reparar possíveis danos que o Galaxy Note 7 possa ter causado. Entretanto, a Samsung dificilmente conseguirá apagar a "queimadura" que esses casos vão causar em sua reputação. Será que ela vai conseguir conter a Apple e seus smartphones nesse final de ano? É muito provável que não.

Comunicado oficial

Através de um comunicado oficial, a Samsung informou a todos os usuários sobre o recall e os casos de explosões do Galaxy Note 7. Confira abaixo na íntegra a mensagem da empresa:

"A Samsung está empenhada em produzir produtos de alta qualidade e cada relato de incidente reportado pelos nossos clientes é considerado de forma muito séria. Em resposta a situações que nos foram recentemente comunicadas relativas ao novo Samsung Galaxy Note7, realizamos uma investigação rigorosa e detectamos uma anomalia em algumas baterias que integram estes equipamentos.

Até ao momento (com referência a 1 de Setembro), foram reportados 35 casos a nível global e estamos atualmente realizando uma inspeção completa para identificar possíveis baterias afetadas. No entanto, porque a segurança dos nossos clientes é uma prioridade máxima para a Samsung, decidimos suspender as vendas do Samsung Galaxy Note7 durante as próximas semanas.

Nos casos dos clientes que já têm dispositivos Samsung Galaxy Note7, vamos voluntariamente proceder à troca destes equipamentos por novos. Recomendamos que os clientes entreguem os equipamentos nas lojas em que os tenham adquirido, ou em qualquer Centro de Assistência Samsung. Para mais informação sobre este processo, os clientes deverão contatar a Linha Azul da Samsung (808 20 72 67).

A Samsung reconhece o inconveniente que esta situação pode causar, mas é muito importante que sigamos este processo com vista a garantir que a Samsung continue a fornecer produtos da mais alta qualidade aos nossos clientes. Estamos trabalhando de forma muito próxima com os nossos parceiros para garantir que esta fase de substituição aconteça da forma mais conveniente e eficiente possível."

Cupons de desconto TecMundo: