A Worldwide Developers Conference – WWDC – desse ano já está rolando e a Apple está cheia de novidades, incluindo uma nova versão para o sistema operacional macOS, chamado High Sierra, e, junto com ele, um novo navegador com funções que prometem torná-lo o browser mais rápido do mundo.

O novo Safari vem arrasando os outros navegadores nos benchmarks, além dele ter se mostrado até 80% mais veloz que o Google Chrome

O novo Safari, além de ganhar atualizações para apresentar uma maior velocidade, vai adotar algumas medidas para manter esse bom desempenho, como o bloqueio de vídeos em autoplay, aqueles que começam a passar sozinhos em certos sites sem que o usuário os ative.

Segundo Craig Federighi, vice-presidente sênior de engenharia de software da Apple, o novo Safari vem arrasando os outros navegadores nos benchmarks, além dele ter se mostrado até 80% mais veloz que o Google Chrome em motor JavaScript.

Privacidade em primeiro lugar

Um novo recurso presente no Safari para macOS High Sierra é o chamado “Intelligent tracking prevention”, que vai usar machine learning para evitar aqueles anúncios comerciais que nos perseguem por toda a internet. Sabe quando procuramos alguma coisa para comprar na internet, por exemplo, e em todos os sites que entramos posteriormente vemos propagandas em banners daquele tipo de produto? É isso que deve acabar com o novo Safari.

A nova versão do navegador da Apple deve focar na privacidade do usuário, usando machine learning para segregar o rastreamento desses dados

Resumindo, a nova versão do navegador da Apple deve focar na privacidade do usuário, usando machine learning para segregar o rastreamento desses dados sobre o que procuramos e onde navegamos. O Safari vai, então, identificar os serviços que mantém controle dessas informações e desabilitá-los, para a alegria de quem não aguenta ver propagandas do que já comprou (ou só pesquisou) por todos os lados.

Acompanhe aqui a cobertura ao vivo da WWDC 2017 junto com o TecMundo!

Cupons de desconto TecMundo: