(Fonte da imagem: Reprodução/VKontakte)

Já faz algum tempo que o VKontakte – o “Facebook russo” – vem tendo problemas em sua terra natal. Desde que se opôs contra Vladimir Putin, a rede social vem sofrendo os mais diversos assédios; entre elas, ser “acidentalmente” proibida na Rússia e ter seu CEO deixando seu cargo, mais recentemente.

Por falar no ex-presidente do VKontakte, Pavel Durov saiu do país apenas um dia depois de sair de sua posição na rede social. O motivo? Segundo as palavras dele, sentir-se ameaçado pelos oficiais de Putin.

E ele não se resumiu a dizer isso: em um post lançado em seu perfil no VKontakte, o fundador da rede social russa revelou ter sido demitido do cargo. Agora, o serviço está “sob o controle total” de dois oligarcas extremamente próximos do presidente Putin (ou seja, sob total controle do estado).

Adeus liberdade de expressão na Rússia?

As palavras de Pavel Durov, de fato, não são uma surpresa tão grande: Vladimir Putin já vem realizando ações semelhantes nos últimos meses, tomando o controle de sites de notícias no que vem sendo considerada uma preparação para censurar a mídia do país – ou mesmo algo pior.

Seja como for, Durov deixa claro que vê um futuro obscuro para o país: “Estou fora da Rússia e não tenho planos de voltar”, começou ele. “Infelizmente, o país está incompatível com os negócios da internet no momento”, afirmo.

Cupons de desconto TecMundo: