TikTok deve ser deletado das lojas, demanda oficial dos EUA

1 min de leitura
Imagem de: TikTok deve ser deletado das lojas, demanda oficial dos EUA
Imagem: TikTok

O TikTok está novamente na mira das autoridades dos EUA depois da publicação de uma reportagem alarmante no BuzzFeed. Agora, um oficial da FCC (Federal Communications Comission) ordena que tanto Google como Apple removam o aplicativo de suas respectivas lojas.

A ordem veio numa carta aberta escrita por Brendan Carr, um dos executivos da FCC. Ele publicou o conteúdo de sua carta num post no Twitter, citando a reportagem do BuzzFeed que fala do suposto acesso que o governo chinês teria aos dados dos usuários do TikTok, incluindo com um vazamento de áudios corroborando a suspeita.

Carr diz que o TikTok não é apenas um aplicativo de vídeos — essa seria apenas uma "fantasia de cordeiro". A carta completa do político é bem extensa e pode ser lida seguindo a thread do tweet acima.

Apple e Google receberam um prazo até o dia 8 de julho para remover o TikTok de suas lojas, mas não ficaram esclarecidas quais seriam as consequências no caso de desobediência. As duas empresas não comentaram oficialmente sobre o assunto até agora.

Vale lembrar que o TikTok esteve na mira constante da administração anterior do governo dos EUA. Em 2020 e 2021, havia a ameaça do app ser banido do território se ele não fosse comprado por uma empresa norte-americana. O prazo foi estendido duas vezes e, depois, simplesmente ignorado.