TSE abre urna eletrônica no Kwai e mostra como ela funciona

1 min de leitura
Imagem de: TSE abre urna eletrônica no Kwai e mostra como ela funciona
Imagem: TSE/Divulgação

Em mais uma ação para combater a desinformação sobre as eleições nas redes sociais, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) usou o Kwai para mostrar como é uma urna eletrônica por dentro. As gravações, divulgadas na plataforma de vídeos curtos nesta quinta-feira (23), trazem o equipamento sendo desmontado.

Apresentados pelo coordenador de Tecnologia Eleitoral do órgão, Rafael Azevedo, os vídeos explicam, em linguagem simples, tudo sobre o dispositivo que começou a ser utilizado no país em meados da década de 1990. É possível descobrir, por exemplo, as partes que integram a urna e o que cada uma delas faz.

O acordo entre o TSE e o app também inclui uma página especial na plataforma, que reúne os conteúdos da ação e o link para o novo hotsite sobre o equipamento, desenvolvido pelo Tribunal. Para acessar esses detalhes, basta utilizar a hashtag #DeOlhoNaUrna na rede social.

Os vídeos explicam o funcionamento de cada parte da urna eletrônica.Os vídeos explicam o funcionamento de cada parte da urna eletrônica.Fonte:  TSE/Divulgação 

Já o hotsite reúne, em um mesmo local, todas as informações sobre o dispositivo utilizado no dia da votação, incluindo as fases do ciclo de vistorias do processo eleitoral. Há ainda uma linha do tempo mostrando os avanços do equipamento e as características de todos os modelos adotados pela Justiça Eleitoral desde a primeira versão.

Mais ações no Kwai

Os vídeos que mostram a urna eletrônica sendo aberta estão disponíveis no perfil do TSE no Kwai. Além deles e da página especial sobre o aparelho, a parceria inclui várias outras ações com o objetivo de frear a disseminação de fake news sobre as eleições 2022.

Em uma delas, o Tribunal usou a plataforma para ensinar aos eleitores como buscar as informações corretas a respeito do processo eleitoral, por meio da hashtag #FatoOuBoato. Outro destaque foi a campanha de mobilização para que os jovens tirassem o título de eleitor, promovendo a participação no processo democrático com a hashtag #RolêdasEleições.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes