Startup anuncia a 1ª rede social do mundo dedicada ao autismo

1 min de leitura
Imagem de: Startup anuncia a 1ª rede social do mundo dedicada ao autismo
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

Com o objetivo de unir todos os membros da comunidade do autismo em um só lugar, a Tismoo, startup criada em 2015, anunciou a primeira rede social do mundo dedicada ao tema. Segundo a companhia, o app nasceu com a ambiciosa meta de tornar os desafios de se conseguir diagnósticos, cuidados e tratamentos um processo cada vez mais rápido, eficiente e, principalmente, menos dolorido

Por meio da estruturação de dados salvos no app, a empresa quer ajudar o público a identificar e conhecer novos sintomas, comportamentos e soluções para as questões dos autistas – e, também, se atenta a outros transtornos neurológicos relacionados ao espectro, como Síndrome de Rett, CDKL5, Síndrome de Timothy, Síndrome do X-Frágil, Síndrome de Angelman e Síndrome de Phelan-McDermid.

Tismoo.me busca conectar membros da comunidade do autismo.Tismoo.me busca conectar membros da comunidade do autismo.Fonte:  Reprodução 

Francisco Paiva Junior, líder do projeto, comemora: "Com a Tismoo.me, fomos capazes de conectar pais e autistas a terapeutas, médicos, cientistas, estudiosos do tema e outros pacientes em uma mesma plataforma e de uma forma em que todos saiam ganhando."

"A pessoa pode procurar por assuntos caso tenha dúvida, pode conversar com outros pacientes com características semelhantes às suas ou até mesmo buscar por especialistas de maneira muito simples, ampliando assim o alcance do tema na sociedade", complementa.

Assuntos relevantes sobre o tema são encontrados na plataforma.Assuntos relevantes sobre o tema são encontrados na plataforma.Fonte:  Reprodução 

Acessibilidade e inovação

Dentre as características da Tismoo.me estão recursos de acessibilidade pensados para as pessoas com autismo, que permitem, por exemplo, desligar a exibição de emojis e ligar a visualização da descrição ao lado de cada ilustração, evitando que o público ao qual são direcionados se sinta hiperestimulado visualmente ou não entenda os significados.

Além disso, existe a possibilidade de armazenamento de exames, laudos e dados de saúde de toda a família, assim como de escolher se essas informações serão usadas para conectar o usuário a profissionais e outros pacientes ou oportunidades relevantes para o seu caso específico. "Todas as informações são confidenciais e protegidas com o que existe de mais moderno em cibersegurança", destaca a plataforma.

Por fim, uma solução inovadora deverá avaliar a acurácia e a veracidade das informações, minimizando, com isso, a disseminação das chamadas fake news.

Para participar da Tismoo.me, interessados e interessadas podem se inscrever diretamente no site ou baixar o aplicativo para iOS ou Android e usar um link de convite para acessá-la.

Startup anuncia a 1ª rede social do mundo dedicada ao autismo