Twitter compra Scroll, serviço pago que remove anúncios em sites

1 min de leitura
Imagem de: Twitter compra Scroll, serviço pago que remove anúncios em sites
Imagem: TechCrunch/Reprodução
Avatar do autor

Nesta terça-feira (5), o Twitter anunciou a compra do Scroll, serviço pago que remove anúncios de sites de notícias. A aquisição faz parte da estratégia da rede social para lançar um plano de assinatura com recursos extras.

Tony Haile, CEO do Scroll, explicou em nota que um dos motivos pelos quais vendeu a empresa foi porque “as ambições do Twitter são maiores do que as pessoas imaginam”.

Embora remova os conteúdos publicitários, o Scroll direciona parte da assinatura aos sites.Embora remova os conteúdos publicitários, o Scroll direciona parte da assinatura aos sites.Fonte:  Scroll/Divulgação 

O Scroll usa cookies de terceiros ou extensões do navegador para dizer aos sites que não veiculem anúncios para os assinantes. Diferente de um bloqueador de publicidade, as páginas recebem uma parte da taxa de assinatura.

Mike Park, vice-presidente de produto do Twitter, confirmou que o serviço estará incluso no plano de assinatura da rede social. Assim, ela poderá resolver uma das partes mais frustrantes para quem lê vários conteúdos na internet.

“Planejamos incluir o Scroll no modelo de assinatura que estamos criando. Como assinante, imagine ter acesso a recursos em que você possa ler facilmente artigos ou receber uma newsletter da Revue sabendo que parte do valor irá para os criadores”, explicou o executivo.

A expectativa é que o serviço de assinatura do Twitter seja lançado ainda este ano. Por enquanto, não foram reveladas informações sobre os possíveis valores mensais.

Twitter lançou oficialmente o recurso Spaces, concorrente do Clubhouse.Twitter lançou oficialmente o recurso Spaces, concorrente do Clubhouse.Fonte:  Twitter/Divulgação 

Novas aquisições e recursos

O Twitter está realizando um grande esforço para trazer novos atrativos para a plataforma. Em janeiro deste ano, a companhia adquiriu o Revue, plataforma que ajuda os usuários a monetizarem o envio de newsletters.

Nesta semana, a rede social liberou o recurso Spaces para qualquer perfil com mais de 600 seguidores. Além disso, ela planeja adicionar opções como “Tip Jar” e a criação de Espaços pagos para que criadores também possam monetizar usando a ferramenta.

Twitter compra Scroll, serviço pago que remove anúncios em sites